Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


17 de Ago de 2017 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 EUA: legisladores pedem a Deutsche Bank dados de laços de Trump e Rússia - Jornal Brasil em Folhas
EUA: legisladores pedem a Deutsche Bank dados de laços de Trump e Rússia


Congressistas americanos solicitaram ao Deutsche Bank informações sobre os laços entre o presidente Donald Trump e a Rússia.

Este pedido ao banco alemão é mais um passo da investigação sobre as relações de Trump com Moscou e sobre o envolvimento da Rússia na campanha eleitoral americana a favor do líder republicano que hoje ocupa a Casa Branca.

Os membros democratas do Comitê de Serviços Financeiros da Câmara pediram também na terça-feira informações similares ao secretário do Tesouro Steven Mnuchin em busca de pistas sobre qualquer apoio do governo russo ou colaboradores em favor de Trump ou de sua família.

O Congresso continua sem saber se os empréstimos do Deutsche Bank ao presidente Trump foram respaldados pelo governo russo ou se estiveram de alguma forma vinculados a Rússia, disse a mensagem enviada ao banco por cinco democratas que integra o Comitê.

É crítico que forneçam a este comitê a informação necessária para esclarecer o alcance, os resultados e as conclusões de suas investigações internas, disse a carta.

Os congressistas afirmam que o banco revisou seus negócios com Trump e com membros de sua família assim como uma questionada negociação de 2011 mas não divulgou suas conclusões.

Uma porta-voz do banco se recusou a comentar a carta.

Os Estados Unidos multaram o Deutsche Bank em bilhões de dólares por manipulação da taxa de juros, venda de ativos tóxicos e fracos controles à lavagem de dinheiro.

O padrão de envolvimento do Deutsche Bank em sistemas de lavagem de dinheiro, fundamentalmente com participação russa, sua nada convencional relação com o Presidente e suas reiteradas transgressões às normas americanas despertam sérias dúvidas sobre se o banco foi a fundo com sua revisão do esquema dos negócios e laços de Trump com a Rússia, destacou a carta.

A carta adverte que o banco alemão continuou fazendo negócios com Trump enquanto outros se negavam devido ao histórico de falências do presidente. Indica ainda que as empresas de Trump devem 340 milhões de dólares ao Deutsche Bank.

O comitê pediu ao banco que lhe forneça todo tipo de documento, registro ou carta relacionadas com os questionados negócios de 2011 e também com os empréstimos outorgados a Trump ou a membros de sua família.

Em outra carta, o comitê pediu ao Departamento do Tesouro ps mesmos detalhes dos empréstimos e laços de Trump e Rússia; uma informação que já foi pedida por outros dois comitês legislativos.

Vários comitês do Congresso e o FBI, sob a supervisão de um procurador especial, estão investigando os laços entre a campanha eleitoral de Trump com a Rússia.

 

Últimas Notícias

Moradores do Rosa dos Ventos comemoram chegada da nova Unidade Básica de Saúde
Samsung anuncia lucro recorde e caminha para superar Apple
Vendas da Amazon crescem, mas investimentos fazem lucro recuar
Nave tripulada Soyuz MS-05 decola rumo à Estação Espacial Internacional
Missão científica chega à Estação Espacial Internacional
Tesla apresenta seu primeiro carro popular
Geólogos encontram novas pistas sobre maior extinção mundial
NASA fará teste de defesa da Terra com asteroide real em 12 de outubro

MAIS NOTICIAS

 


CIDADES
Agetul diz que não ‘vê motivo’ para indenizar vítimas Mutirama

O presidente Agetul, Alexandre Magalhães, responsável pelo Parque Mutirama, disse que “não vê motivo” para indenizar as 13 pessoas que se feriram depois de um problema no brinquedo Twister.

 
 
ESPORTE
Neymar evita mal-estar com o Barcelona na apresentação no PSG

Suas primeiras palavras como jogador do Paris Saint Germain (PSG) giraram em torno de uma única ideia. “Quero desafios maiores”, repetiu Neymar em sua apresentação aos meios de comunicação em uma sala de imprensa lotada.

 
 
POLÍTICA
Partidos da base pressionam Temer por cargos de infiéis em votação

Partidos da base aliada de Michel Temer que votaram em massa a favor do presidente, derrubando a denúncia da Procuradoria-Geral da República.

 
 
MUNDO
George Pell se defende: abuso sexual é abominável

O Cardeal George Pell afirmou nesta quinta-feira que entraria de licença do Vaticano para retornar à Austrália e lutar contra as acusações de abuso sexual infantil.

 


 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 4018-8212