Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


15 de Dez de 2017 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Defesa de Temer formaliza pedido para que presidente só responda sobre áudio após perícia - Jornal Brasil em Folhas
Defesa de Temer formaliza pedido para que presidente só responda sobre áudio após perícia


A defesa de Michel Temer formalizou nesta quarta-feira o pedido ao Supremo Tribunal Federal (STF) para que o depoimento escrito do presidente só ocorra após a conclusão da perícia do áudio da conversa gravada entre ele e o delator Joesley Batista, dono da JBS.
O advogado Antonio Mariz, contratado para defender o presidente, já tinha anunciado que seu cliente não deveria responder a questões sobre o áudio até que a perícia da Polícia Federal (PF) fosse concluída. O depoimento de Temer foi autorizado nesta terça-feira pelo relator da Lava-Jato no STF, ministro Edson Fachin, e será tomado por escrito, em data ainda não definida.

Temer, depois de receber da Polícia Federal (PF) o interrogatório pedido pela Procuradoria Geral da República (PGR), terá prazo de 24 horas para respondê-lo por escrito.

O ministro do STF Edson Fachin, relator da Lava-Jato na Corte, já determinou que as perguntas sejam enviadas à PF assim que forem concluídas as investigações. De acordo com ele, isso deve ocorrer em até dez dias.

Joesley gravou a conversa que teve com Temer em 7 de março, no Palácio do Jaburu, sem conhecimento do presidente. No áudio, o empresário fala com Temer sobre pagamento de propina ao ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha e a um procurador da República, e também pede para o presidente ajudá-lo a pressionar o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles.

O áudio está sendo periciado pela PF e, segundo a defesa de Temer, foi manipulado. No entanto, em nenhuma entrevista recente o presidente desmentiu o conteúdo das conversas ou ao menos negou o encontro, que ocorreu fora da agenda oficial, no porão do Palácio do Jaburu. A polícia pediu prazo de 30 dias para concluir o trabalho.

 

Últimas Notícias

Estádio Olímpico recebe Paradesportivos
Vinil Black Album de Prince reaparece com valores astronômicos
Vaticano lançará portal que reunirá todos os seus veículos
Três anúncios para um crime lidera indicações ao SAG
Vida parou na região birmanesa dos rohinyas, alerta Cruz Vermelha
Vice do Equador condenado a seis anos de prisão no caso Odebrecht
Trump não serve para limpar sanitários da biblioteca de Obama, diz jornal
Trump diante do tapa eleitoral do Alabama

MAIS NOTICIAS

 

Reforma da Previdência deve ser votada na semana que vem, diz Meirelles
 
 
Petrobras quer que Gleisi Hoffmann devolva R$ 1 milhão aos cofres da empresa
 
 
Marun quer finalizar CPMI da JBS antes da posse na Secretaria de Governo
 
 
Maia diz que não colocará Previdência em pauta sem ter votos para aprovação
 
 
Kassab afirma que extinção da faixa AM de rádio será um processo natural
 
 
Justiça Eleitoral torna inelegível por 8 anos o ex-prefeito do Rio Eduardo Paes

 


 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 4018-8212