Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


21 de Jul de 2017 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Estudo descarta benefícios de retirada dos gânglios no câncer de pele - Jornal Brasil em Folhas
Estudo descarta benefícios de retirada dos gânglios no câncer de pele


Retirar os gânglios de áreas próximas de um tumor em pacientes com melanoma, um agressivo câncer de pele, não prolonga a sua vida, segundo um estudo clínico publicado nesta quarta-feira na revista médica americana New England Journal of Medicine.

Atualmente, depois que se faz um diagnóstico de melanoma, os gânglios ao redor do tumor são geralmente extirpados e submetidos a uma biópsia para saber se o câncer começou a se espalhar.

O estudo difundido nesta quarta-feira, realizado com mais de 1.900 pacientes afetados por um melanoma, é o mais vasto feito até o momento sobre este procedimento e seu impacto sobre as chances de sobrevivência, em comparação com pacientes que não foram submetidos à intervenção.

Os resultados deste estudo chegarão a uma clara diminuição do número de intervenções no mundo para retirar gânglios próximos ao tumor, prevê Mark Faries, codiretor do programa sobre melanoma e cirurgia do câncer associado ao Instituto de Pesquisas do Centro Médico Cedars-Sinai em Los Angeles.

Também terão influência sobre o grande número de testes clínicos sobre o melanoma, assim como sobre as terapias contra este [tipo de] câncer, destacou.

Os pacientes poderão evitar importantes efeitos colaterais derivados desta intervenção cirúrgica e ficarão mais claras as coisas para o desenvolvimento de novos tratamentos, avaliou Omid Hamid, diretor de pesquisas em imuno-oncologia e codiretor do programa de cânceres cutâneos no Cedars Sinai.

Faries destaca, no entanto, que a ablação dos gânglios pode ter vantagens clínicas, ao permitir que os médicos façam uma biópsia para avaliar melhor a extensão do tumor e determinar o tempo durante o qual o câncer para de se propagar.

Cerca de 25% dos pacientes que tiveram os gânglios extirpados sofrem de linfadenite, inflamação de parte mais ou menos importante do corpo, devido ao acúmulo de líquido linfático nos tecidos conjuntivos, enquanto a proporção é de apenas 6% no grupo de doentes que não sofreram esta operação, diz o estudo.

 

Últimas Notícias

Em Nice, feridas seguem abertas em famílias despedaçadas por atentado
Iceberg gigante se desprende da Antártica
Washington limita compra de software da empresa russa Kaspersky
Nova York anuncia plano de US$ 32 milhões contra ratos
Cientistas desenvolvem método não invasivo para avaliar artérias coronárias
Pequenas mudanças nos hábitos alimentares podem prolongar vida
Novo exame de sangue pode ajudar na detecção precoce do câncer de pâncreas
Chile experimenta semáforo para viciados em smartphones

MAIS NOTICIAS

 


MUNDO
George Pell se defende: abuso sexual é abominável

O Cardeal George Pell afirmou nesta quinta-feira que entraria de licença do Vaticano para retornar à Austrália e lutar contra as acusações de abuso sexual infantil.

 
 
TECNOLOGIA
iPhone chegava há 10 anos; conheça a birra que levou Steve Jobs a criá-lo

Alguns dos maiores aparelhos surgem de um momento de inspiração de um designer. Outros resultam de um avanço na tecnologia.

 
 
POLÍTICA
Indicada sob dúvidas, Dodge tem desafio de manter biografia intacta

A indicação da procuradora Raquel Dodge para a sucessão de Rodrigo Janot na chefia da Procuradoria-Geral da República naturalmente vem carregada de questionamentos.

 
 
POLÍTICA
STF envia denúncia contra Temer para a Câmara

A presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), ministra Cármen Lúcia, enviou nesta quinta (29) a denúncia contra o presidente Michel Temer para a Câmara dos Deputados.

 


 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 4018-8212