Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


24 de Ago de 2017 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Mais de 20 elefantes morreram em Mianmar em 2017 (WWF) - Jornal Brasil em Folhas
Mais de 20 elefantes morreram em Mianmar em 2017 (WWF)


Mais de 20 elefantes foram mortos em Mianmar em 2017, um recorde para uma espécie ameaçada pela caça clandestina e pelos traficantes, que vendem seus órgãos e suas presas à China, advertiu nesta segunda-feira a ONG Fundo Mundial para a Natureza (WWF).

Se essa tendência continuar, a população de elefantes terá desaparecido em um ou dois anos nesta área, avisou Rohit Singh, do WWF.

Toda a pressão adicional sobre os filhotes e as fêmeas no período de lactância terá um impacto importante, acrescentou. Até o momento, os machos estão sendo mais caçados por suas presas.

De acordo com o WWF, a população de elefantes selvagens de Mianmar é de entre 1.400 e 2.000 animais, o que coloca o país como a segunda maior reserva do sudeste asiático, atrás somente da Tailândia.

O tráfico de animais selvagens está estimado em um montante de quase 20 bilhões de euros anuais em todo o mundo.

Em Mianmar, as presas são destinadas principalmente à China, mas também para o mercado local.

O número de elefantes selvagens caiu para a metade em menos de uma década em Mianmar. Segundo dados do governo, muito mais otimista do que o WWF, ainda restariam entre 2.000 e 3.000 animais.

As principais razões da diminuição da população de elefantes são a destruição de seu habitat natural e a utilização do marfim, da pele e de algumas partes de seu corpo para a preparação de diversos unguentos da medicina tradicional.

A maior parte do comércio ilegal provém deste país, controlado por redes criminosas, orquestradas e financiadas por poderosos traficantes chineses, segundo os especialistas, que lamentam o desleixo das autoridades.

Caçar um animal em risco de extinção é ilegal em Mianmar, país que assinou a Convenção sobre o Comércio Internacional de Espécies Ameaçadas da Fauna e Flora Silvestres (Cites, em inglês), mas a multa máxima é inferior a 60 dólares e as punições são pouco frequentes.

Inúmeros elefantes, uma das 10 espécies em risco de extinção em Mianmar, são mortos ou caçados para o contrabando à Tailândia, onde são utilizados para o turismo.

 

Últimas Notícias

Sudeste da China está em alerta perante chegada do tufão Hato
Acompanhado por milhões de pessoas, eclipse total do sol acaba nos EUA
Trump observa eclipse solar sem proteção por segundos e viraliza na rede
Presidente Buhari retorna à Nigéria após tratamento em Londres
Destroços de navio da II Guerra Mundial encontrados após 72 anos
Indiana obtém divórcio porque sua casa não tinha banheiro
Grupo de executivos adverte sobre riscos de robôs assassinos
EUA, México e Canadá defendem Nafta melhorado em ritmo rápido

MAIS NOTICIAS

 

CIDADES
Agetul diz que não ‘vê motivo’ para indenizar vítimas Mutirama

O presidente Agetul, Alexandre Magalhães, responsável pelo Parque Mutirama, disse que “não vê motivo” para indenizar as 13 pessoas que se feriram depois de um problema no brinquedo Twister.

 
 
ESPORTE
Neymar evita mal-estar com o Barcelona na apresentação no PSG

Suas primeiras palavras como jogador do Paris Saint Germain (PSG) giraram em torno de uma única ideia. “Quero desafios maiores”, repetiu Neymar em sua apresentação aos meios de comunicação em uma sala de imprensa lotada.

 
 
POLÍTICA
Partidos da base pressionam Temer por cargos de infiéis em votação

Partidos da base aliada de Michel Temer que votaram em massa a favor do presidente, derrubando a denúncia da Procuradoria-Geral da República.

 
 
MUNDO
George Pell se defende: abuso sexual é abominável

O Cardeal George Pell afirmou nesta quinta-feira que entraria de licença do Vaticano para retornar à Austrália e lutar contra as acusações de abuso sexual infantil.

 


 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 4018-8212