Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


27 de Jul de 2017 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Inflação aumenta para 0,31%, mas é a mais baixa para maio desde 2007 - Jornal Brasil em Folhas
Inflação aumenta para 0,31%, mas é a mais baixa para maio desde 2007


A inflação, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), mais que dobrou de abril para maio, ao passar de 0,14% para 0,31% de um mês para o outro – alta de 0,17 ponto percentual.

No entanto, é a menor taxa para os meses de maio desde de maio de 2007, quando atingiu 0,28%. O IPCA, a inflação oficial do país e que serve para o balizamento de preços estipulado pelo Banco Central, foi divulgado hoje (9), no Rio de Janeiro, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Com a alta de maio, a inflação medida pelo IPCA fechou os primeiros cinco meses do ano com alta acumulada de 1,42%, resultado bem inferior aos 4,05% de igual período do ano passado: exatos 2,63 pontos percentuais a menos. É também o menor acumulado para os cinco primeiros meses do ano desde 1,41% de igual período de 2000.

Segundo o IBGE, o resultado também é significativo do ponto de vista do acumulado dos últimos doze meses. O IPCA acumulado neste período caiu de 4,08% para 3,6%, de abril para maio, constituindo-se na menor taxa em 12 meses desde os 3,18% de maio de 2007. Em maio do ano passado, o IPCA situou-se em 0,78.

Inflação de maio sobe mais para quem ganha menos

Os dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), relativos à inflação de maio, indicam que os preços subiram mais para as famílias que ganham menos: entre 1 a 5 salários mínimos.

Segundo os números, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) cresceu 0,36% em maio, resultado 0,05 ponto percentual superior ao da inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), cujas famílias têm renda mensal variando entre 1 e 40 salários.

A variação de 0,36% do INPC de maio ficou 0,28 ponto percentual maior em relação a abril (0,08%). Já a taxa acumulada dos últimos 12 meses fechou em 3,35%, ficando abaixo dos 3,99% dos 12 meses imediatamente anteriores. Em maio do ano passado, o INPC teve variação de 0,98%.

Com peso significativo na composição da cesta básica das famílias de maior faixa de renda, os produtos alimentícios, no entanto, tiveram queda de 0,44% nos preços de maio, enquanto em abril houve alta de 0,54%. Já o agrupamento dos não alimentícios ficou com variação de 0,73%, depois de ter fechado com deflação de 0,13% em abril.

Quanto aos índices regionais, os mais elevados ficaram com Campo Grande e com a região metropolitana de Recife, ambos com 0,61%, sob influência da energia elétrica. O menor índice foi anotado na região metropolitana de Belém (-0,09%).

Com a mesma metodologia do IPCA - a inflação oficial do país - o INPC é calculado pelo IBGE desde 1979, mas se refere às famílias com rendimento 1 a 5 salários mínimos e abrange dez regiões metropolitanas do país, além de Goiânia, Campo Grande e Brasília.

 

Últimas Notícias

Gustavo Mendanha dá início à construção do novo Paço Municipal
Em Nice, feridas seguem abertas em famílias despedaçadas por atentado
Iceberg gigante se desprende da Antártica
Washington limita compra de software da empresa russa Kaspersky
Nova York anuncia plano de US$ 32 milhões contra ratos
Cientistas desenvolvem método não invasivo para avaliar artérias coronárias
Pequenas mudanças nos hábitos alimentares podem prolongar vida
Novo exame de sangue pode ajudar na detecção precoce do câncer de pâncreas

MAIS NOTICIAS

 


MUNDO
George Pell se defende: abuso sexual é abominável

O Cardeal George Pell afirmou nesta quinta-feira que entraria de licença do Vaticano para retornar à Austrália e lutar contra as acusações de abuso sexual infantil.

 
 
TECNOLOGIA
iPhone chegava há 10 anos; conheça a birra que levou Steve Jobs a criá-lo

Alguns dos maiores aparelhos surgem de um momento de inspiração de um designer. Outros resultam de um avanço na tecnologia.

 
 
POLÍTICA
Indicada sob dúvidas, Dodge tem desafio de manter biografia intacta

A indicação da procuradora Raquel Dodge para a sucessão de Rodrigo Janot na chefia da Procuradoria-Geral da República naturalmente vem carregada de questionamentos.

 
 
POLÍTICA
STF envia denúncia contra Temer para a Câmara

A presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), ministra Cármen Lúcia, enviou nesta quinta (29) a denúncia contra o presidente Michel Temer para a Câmara dos Deputados.

 


 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 4018-8212