Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


19 de Nov de 2017 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Carnavalescos protestam em frente à prefeitura do Rio por mais verbas - Jornal Brasil em Folhas
Carnavalescos protestam em frente à prefeitura do Rio por mais verbas


Carnavalescos protestaram, nesta segunda-feira (26), contra o corte de verbas para o carnaval de 2018 decidido pelo prefeito Marcelo Crivella. Representantes de várias escolas participaram de uma roda de samba em frente a prefeitura e pediram a revisão da medida. Segundo eles, o corte anunciado de 50%, reduzindo para R$ 1 milhão, vai prejudicar os desfiles, que já estavam planejados, e retirar parte do brilho da festa.
Rio de Janeiro - Integrantes de escolas de samba protestam em frente à sede administrativa da prefeitura contra o corte de 50% na subvenção ao Carnaval anunciado pelo prefeito Marcelo Crivella (Fernando Frazão/Agên

Integrantes de escolas de samba protestam em frente à sede administrativa da prefeitura contra o corte de 50% na subvenção ao carnaval

“O prefeito tem dificuldade em lidar com a diversidade da cidade que ele administra. E isso é muito pior que o corte às escolas de samba. Dando ou não o dinheiro, vou fazer o melhor carnaval que eu posso e nesses momentos de adversidade temos que nos recriar, reinventar e se refazer”, disse Leandro Vieira, carnavalesco da Mangueira.

Outro carnavalesco presente ao ato, Cid Carvalho, da Beija-Flor, lembrou que não se trata apenas de garantir verbas para o Grupo Especial, mas de se pensar nas escolas menores, do Grupo de Acesso e dos outros grupos, que têm muitas dificuldades em se manterem.

“Não temos mais nenhum investimento da Petrobras e do governo do estado. Zerou. As escolas vão buscar o caminho [de independência], mas a partida estava em andamento, com os enredos pensados. Imaginem o impacto disso no Grupo de Acesso e na [Avenida] Intendente Magalhães [onde desfilam as escolas dos grupos B, C, D e E]. Sou capaz de afirmar, com muita tristeza, que é praticamente decretar o fim do carnaval da Intendente”, alertou Cid Carvalho.

O presidente da Portela, Luis Carlos Magalhães, criticou a atitude do prefeito do Rio e questionou os motivos do corte de verbas e disse querer não acreditar em alguma razão religiosa.

“Você quando dá um tiro no carnaval e colocar dinheiro na educação é um voo de galinha. Faltou debate [com os sambistas]. Ele veio na campanha e disse que nada ia mudar. Cortou as verbas. Não pode mudar as regras no meio do jogo. Queremos ser tratados com seriedade. Para planejar é preciso saber quanto e quando se vai ganhar”, disse Magalhães.

Procurada, a prefeitura se manifestou, por meio da Empresa de Turismo do Município do Rio de Janeiro (Riotur), dizendo que está buscando caminhos para solucionar a demanda do carnaval e que uma das medidas é incluir a verba no caderno de encargos, que possa considerar os interesses e as necessidades das escolas de samba para o carnaval de 2018. Segundo a Riotur, o diálogo continua aberto com todas as escolas, a fim de se achar uma solução para o financiamento do carnaval.

 

Últimas Notícias

Prefeitas goianas prestam homenagem ao governador em agradecimento pela parceria administrativa
Instituto de Identificação vai entregar carteira de identidade em 30 dias na capital
Nota Goiana inscreve até domingo para sorteio deste mês
IMB/Segplan e IBGE divulgam PIB de Goiás
Goiás sem Fronteiras promove última reunião com pais e alunos antes da viagem de jovens para os EUA
Crer e HDS inscrevem para programa de aperfeiçoamento
Procon Goiás e Sefaz fazem operação conjunta em postos de combustível
Supremo voltará a julgar restrição ao foro privilegiado no dia 23 de novembro

MAIS NOTICIAS

 

Estado entrega mais de 100 moradias em Mara Rosa e Cheque Mais Moradia para Amaralina e Bonópolis
 
 
Câmara aprova mais 81 municípios de Minas Gerais e do Espírito Santo na Sudene
 
 
Disputa entre taxistas e motoristas de aplicativos agora vai para a Câmara
 
 
Temer volta a Brasília e deve retomar agenda de trabalho no Planalto
 
 
Ministro da Justiça confirma críticas à segurança do estado do Rio
 
 
Banco Safra pagará US$ 10 milhões por movimentar dinheiro desviado por Maluf

 


 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 4018-8212