Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


23 de Set de 2017 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Facebook começa a produzir seus próprios programas e séries - Jornal Brasil em Folhas
Facebook começa a produzir seus próprios programas e séries


O Facebook começou a produzir séries e game shows para difundir na rede social, uma tendência à que aderiram muitas grandes companhias de internet

O Facebook começou a produzir séries e game shows para difundir na rede social, indicou a empresa na segunda-feira à AFP, confirmando uma informação do Wall Street Journal, uma tendência à que aderiram muitas grandes companhias de internet.

A plataforma de cerca de dois bilhões de usuários mensais (1,94 bilhão no final de março) trabalha neste projeto com um pequeno grupo de sócios e criadores, indicou Nick Grudin, vice-presidente de parcerias de mídia do Facebook, em um comunicado enviado à AFP.

Nosso objetivo é fazer do Facebook um lugar onde as pessoas possam se unir em torno do vídeo, disse Grudin, observando que a rede social e seus colaboradores vão experimentar os tipos de programas nos que você pode construir uma comunidade ao redor - do esporte à comédia, passando pelos reality shows e pelos game shows.

Por enquanto, estes programas estão sendo financiados diretamente pelo Facebook, mas com o tempo queremos ajudar muitos criadores a fazer vídeos financiados por um sistema de compartilhamento de receita como o Ad Break, uma ferramenta de software que permite inserir publicidade nos conteúdos difundidos ao vivo pela rede social.

O Facebook não revelou a identidade dos seus sócios de produção de conteúdo.

De acordo com o Wall Street Journal, representantes da rede social estão se reunindo com executivos de estúdios de Hollywood, agencias de representação de atores e criativos da televisão e do cinema.

Segundo o jornal econômico, o Facebook se dispõe a desembolsar até três milhões de dólares por episódio produzido, o orçamento de um programa de alta qualidade para a televisão a cabo nos Estados Unidos.

O gigante californiano planeja colocar on-line os primeiros programas no final do verão boreal.

O desenvolvimento de conteúdos próprios é uma tendência entre os principais atores da internet, que durante muito tempo se limitaram a abrir suas plataformas a programas produzidos por outros.

Netflix, Amazon e a plataforma de televisão on-line Hulu (empresa conjunta da Disney, Comcast, 21st Century Fox e Time Warner), se voltaram para esta tendência, seguidos mais recentemente por YouTube e Apple, em uma escala mais modesta.

 

Últimas Notícias

Vereador Fábio Ideal promove sessão em homenagem aos agentes de trânsito
Embaixadora de El Salvador quer parceria comercial com Goiás
Oficinas musicais do Canto da Primavera inscrevem até segunda-feira
Detran e SMTs intensificam ações educativas
Matéria da TBC é legendada para o inglês a pedido de ONG internacional
Governo de Goiás e Prefeitura de Anápolis definem parceria para novo Daia
“Goiás se notabiliza na área de transparência e de tornar público suas políticas e gestões”, diz José Eliton
Agehab convoca 72 famílias para vistoria no Residencial Nelson Mandela

MAIS NOTICIAS

 

Países avançam sobre Acordo de Paris; EUA mantém posição
 
 
Ryanair vai cancelar 2 mil voos para melhorar pontualidade
 
 
Facebook abre laboratório de inteligência artificial no Canadá
 
 
Londres em alerta máximo enquanto procura autor de atentado no metrô
 
 
S&P eleva nota da dívida de Portugal
 
 
Mais da metade dos pilotos da Avianca entrará em greve na Colômbia

 


 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 4018-8212