Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


18 de Nov de 2017 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Pearson vende 22% da Penguin Random House para Bertelsmann por US$ 1 bilhão - Jornal Brasil em Folhas
Pearson vende 22% da Penguin Random House para Bertelsmann por US$ 1 bilhão


O grupo britânico Pearson anunciou nesta terça-feira a venda por 1 bilhão de dólares de 22% da editora Penguin Random House para a sócia alemã Bertelsmann.

Após a conclusão da venda, a Pearson conservará 25% da editora, o que significa uma pequena surpresa, já que ao revelar em janeiro as possibilidades sobre a operação o grupo britânico havia informado que examinava a venda da totalidade dos 47% que controlava na empresa criada em 2013 com a fusão da Random House (Bertelsmann) com a Penguin (Pearson).

A Bertelsmann controlará então 75% da Penguin Random House, empresa anglo-saxã - da qual não faz parte a Random House Alemanha - que reúne 250 casas editoriais com mais de 15.000 publicações por ano e faturamento de 3,4 bilhões de dólares.

Com a operação, a Bertelsmann obtém direitos de administração mais importantes na Penguin Random House e nomeará o presidente do Conselho de Administração, explicou o grupo alemão em um comunicado.

A Penguin Random House, apresentada como o maior grupo editorial generalista do mundo, publicou, entre outros títulos, a série Game of Thrones no mercado americano e escritores de muito sucesso como John Grisham (A Firma), Dan Brown (O Código Da Vinci) ou E.L. James (Cinquenta Tons De Cinza). Também publicará os livros de Michelle e Barack Obama.

Para esta operação, o valor total da Penguin Random House foi estabelecido em 3,55 bilhões de dólares.

A Pearson explicou que a venda de sua participação, combinada a uma recapitalização da editora, representaria uma arrecadação média imediata de 968 milhões de dólares. Em abril de 2018 receberá 66 milhões adicionais. A operação deve estar concluída em setembro.

A Pearson, que enfrenta dificuldades em suas contas por sua atividade no setor educacional de alto valor agregado nos Estados Unidos, anunciou em janeiro de 2016 a demissão de 4.000 funcionários para enfrentar a desaceleração da demanda.

O grupo, que já teve uma forte presença na imprensa, reorientou suas atividades para o setor educativo após a venda em 2015 do Financial Times e de sua participação na revista The Economist.

 

Últimas Notícias

Prefeitas goianas prestam homenagem ao governador em agradecimento pela parceria administrativa
Instituto de Identificação vai entregar carteira de identidade em 30 dias na capital
Nota Goiana inscreve até domingo para sorteio deste mês
IMB/Segplan e IBGE divulgam PIB de Goiás
Goiás sem Fronteiras promove última reunião com pais e alunos antes da viagem de jovens para os EUA
Crer e HDS inscrevem para programa de aperfeiçoamento
Procon Goiás e Sefaz fazem operação conjunta em postos de combustível
Supremo voltará a julgar restrição ao foro privilegiado no dia 23 de novembro

MAIS NOTICIAS

 

Estado entrega mais de 100 moradias em Mara Rosa e Cheque Mais Moradia para Amaralina e Bonópolis
 
 
Câmara aprova mais 81 municípios de Minas Gerais e do Espírito Santo na Sudene
 
 
Disputa entre taxistas e motoristas de aplicativos agora vai para a Câmara
 
 
Temer volta a Brasília e deve retomar agenda de trabalho no Planalto
 
 
Ministro da Justiça confirma críticas à segurança do estado do Rio
 
 
Banco Safra pagará US$ 10 milhões por movimentar dinheiro desviado por Maluf

 


 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 4018-8212