Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


19 de Nov de 2017 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Entidades pedem mudança na composição da vacina contra febre aftosa - Jornal Brasil em Folhas
Entidades pedem mudança na composição da vacina contra febre aftosa


Seis entidades do agronegócio pediram hoje (10) mudança “imediata” na composição da vacina contra febre aftosa aplicada em todo rebanho bovino do país. Segundo as instituições, a alteração é necessária para evitar que reações continuem a trazer prejuízos ao produtor rural e às indústrias frigoríficas do setor.

No documento, encaminhado ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, as entidades pedem a retirada de uma substância denominada saponina que foi adicionada na composição da vacina oleosa. Segundo as instituições, a saponina não estava prevista na formula original da vacina e relacionam a substância “à exacerbada irritação no local da aplicação, que se agrava até casos de edema e severa reação inflamatória, com consequente ocorrência de abscessos [nódulo inchado cheio de pus]”. Até o momento, a pasta não se pronunciou sobre o assunto.

As entidades pedem ainda a redução do volume da dose, de 5 mililitros (ml) para 2 ml, e a aplicação exclusivamente por via subcutânea para evitar “prejuízos desde o descarte de carne [condenadas no abate] até embargos de importantes países importadores de produtos cárneos”. As reivindicações ocorrem após a suspensão pelos Estados Unidos de todas as importações de carne fresca brasileira. Na ocasião, o Ministério já atribuía os problemas comunicados pelo governo americano à vacinação contra a febre aftosa, que poderia causar inflamações .

Estimativas das entidades apontam que o produtor perde, em média, 2 quilos de carne por animal abatido quando as lesões provocadas pela vacinação são encontradas. O grupo de instituições do agronegócio afirma que a febre aftosa “é a doença animal com maior impacto econômico na atividade pecuária”.

A nota é assinada pela Confederação Nacional da Agricultura (CNA); Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carne (ABIEC); Associação Brasileira dos Frigoríficos (Abrafrigo); Associação dos Criadores de Mato Grosso (ACRIMAT); Conselho Nacional da Pecuária de Corte (CNPC); e Sociedade Rural Brasileira (SRB).

 

Últimas Notícias

Prefeitas goianas prestam homenagem ao governador em agradecimento pela parceria administrativa
Instituto de Identificação vai entregar carteira de identidade em 30 dias na capital
Nota Goiana inscreve até domingo para sorteio deste mês
IMB/Segplan e IBGE divulgam PIB de Goiás
Goiás sem Fronteiras promove última reunião com pais e alunos antes da viagem de jovens para os EUA
Crer e HDS inscrevem para programa de aperfeiçoamento
Procon Goiás e Sefaz fazem operação conjunta em postos de combustível
Supremo voltará a julgar restrição ao foro privilegiado no dia 23 de novembro

MAIS NOTICIAS

 

Estado entrega mais de 100 moradias em Mara Rosa e Cheque Mais Moradia para Amaralina e Bonópolis
 
 
Câmara aprova mais 81 municípios de Minas Gerais e do Espírito Santo na Sudene
 
 
Disputa entre taxistas e motoristas de aplicativos agora vai para a Câmara
 
 
Temer volta a Brasília e deve retomar agenda de trabalho no Planalto
 
 
Ministro da Justiça confirma críticas à segurança do estado do Rio
 
 
Banco Safra pagará US$ 10 milhões por movimentar dinheiro desviado por Maluf

 


 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 4018-8212