Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


22 de Set de 2017 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Ex-presidente peruano se entrega para cumprir prisão preventiva - Jornal Brasil em Folhas
Ex-presidente peruano se entrega para cumprir prisão preventiva


O ex-presidente Ollanta Humala e a mulher, Nadine Heredia, entregaram-se na noite desta quinta-feira ao juiz que decretou a prisão preventiva do casal por lavagem de dinheiro relacionada a doações irregulares da Odebrecht.

O casal chegou ao tribunal de automóvel, precedido por uma caravana de carros da polícia que o escoltou desde sua residência em um bairro de Lima, revelou a TV local.

Pouco antes, o juiz Richard Concepción Carhuancho havia decretado 18 meses de prisão preventiva para o casal, acusado pela procuradoria de lavagem de dinheiro envolvendo doações de campanha da Odebrecht.

Defiro o requerimento (...) contra Ollanta Humala e Nadine Heredia e, em consequência, imponho mandado de detenção contra os investigados pelo prazo de 18 meses pelo crime de lavagem de dinheiro, anunciou o juiz Carhuancho.

O procurador Germán Juárez havia solicitado a prisão preventiva de Humala e Heredia por considerar que existia risco de fuga e pedido de asilo dos investigados.

Os advogados do casal já anunciaram que apelarão a instâncias superiores.

A decisão ocorreu ao final da audiência convocada pelo juiz, a qual não compareceram Humala e Heredia, que foram representados por seus advogados.

Há um ofício para sua imediata localização e detenção a nível nacional e internacional, declarou o juiz Carhuancho, acrescentando que a prisão preventiva de Humala e Heredia é idônea e necessária para garantir a investigação.

Existe um alto grau de probabilidade de que (Humala e Heredia) enganem a justiça e obstruam o trabalho probatório, acrescentou o juiz.

Humala utilizou o Twitter para qualificar a decisão do juiz Carhuancho de abuso de poder.

Esta é a confirmação do abuso de poder, que nós vamos enfrentar para defender nossos direitos e os direitos de todos, escreveu Humala antes de se entregar.

Nadine Heredia, líder do Partido Nacionalista de Humala, também recorreu ao Twitter para criticar a decisão. Obrigado às pessoas que não sentenciam antes do tempo e que acreditam na inocência até que se prove o contrário....

Não está claro onde o casal ficará detido, mas a imprensa especula que poderá passar esta noite no Palácio da Justiça, onde existe uma prisão temporária.

O procurador Juárez acusa o casal, que fundou o Partido Nacionalista em 2005, pelos supostos crimes de lavagem de dinheiro e associação ilícita para delinquir na obtenção de recursos para financiar as campanhas eleitorais de Humala em 2006 e a que o levou ao poder em 2011.

A Procuradoria afirma que a Odebrecht repassou três milhões de dólares em 2011 à campanha de Humala, o que o ex-presidente nega, ao mesmo tempo que recorda que a lei peruana não proíbe receber aportes do exterior.

No caso da campanha de 2006, o procurador afirma que Humala recebeu dinheiro procedente da Venezuela.

Em diversas ocasiões, Humala negou ter recebido dinheiro da Odebrecht ou do Partido dos Trabalhadores (PT) para sua campanha. O tenente-coronel reformado do Exército afirmou, há algumas semanas, ser vítima do maior linchamento político da vida republicana do Peru pelas investigações a que ele e sua família estão submetidos.

A Odebrecht garante que pagou 29 milhões de dólares em propina no Peru para fazer obras entre 2005 e 2014. O período compreende os governos de Alejandro Toledo, Alan García e Humala.

 

Últimas Notícias

Embaixadora de El Salvador quer parceria comercial com Goiás
Oficinas musicais do Canto da Primavera inscrevem até segunda-feira
Detran e SMTs intensificam ações educativas
Matéria da TBC é legendada para o inglês a pedido de ONG internacional
Governo de Goiás e Prefeitura de Anápolis definem parceria para novo Daia
“Goiás se notabiliza na área de transparência e de tornar público suas políticas e gestões”, diz José Eliton
Agehab convoca 72 famílias para vistoria no Residencial Nelson Mandela
Início da primavera aumenta a possibilidade de chuvas em Goiás

MAIS NOTICIAS

 

Países avançam sobre Acordo de Paris; EUA mantém posição
 
 
Ryanair vai cancelar 2 mil voos para melhorar pontualidade
 
 
Facebook abre laboratório de inteligência artificial no Canadá
 
 
Londres em alerta máximo enquanto procura autor de atentado no metrô
 
 
S&P eleva nota da dívida de Portugal
 
 
Mais da metade dos pilotos da Avianca entrará em greve na Colômbia

 


 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 4018-8212