Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


21 de Nov de 2017 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 E se você comprasse ações da Ambev em vez de beber cerveja? Suno explica - Jornal Brasil em Folhas
E se você comprasse ações da Ambev em vez de beber cerveja? Suno explica


SÃO PAULO – Em mesas de bares com pessoas com familiaridade com o mercado financeiro é comum ouvir a piada de que “estão comprado em Ambev” para falar que vão tomar cerveja. Mas e se o investidor trocasse o valor alocado em cervejas por ações da empresa detentora das marcas? Segundo a Suno Research, os números são “bastante robustos”.

A Suno fez esse cálculo partindo do pressuposto de que o consumo médio de cerveja no Brasil seja de 62 litros por ano, cerca de 8 garrafas por mês. “Simulamos quais seriam os números financeiros de uma pessoa que, ao invés de consumir tais produtos nas proporções citadas, tivesse escolhido aplicar os valores gastos em ações no período de 1995 até os dias de hoje”, explicam os analistas.

Para reproduzir a variação dos preços desses produtos ao longo do tempo, foi tomada como base seu preço médio aproximado no início do período considerado e o ajuste foi feito linearmente de acordo com a evolução dos seus valores no mesmo espaço de tempo, ou seja, de 1995 até os dias atuais.

Partindo-se da hipótese de que o preço de uma garrafa de cerveja em 1995 fosse R$ 1, aproximadamente, uma pessoa que tivesse consumido 8 garrafas por mês, daquela época até os dias de hoje, teria gasto R$ 8.468,74 nesse produto, valores esses já reajustados pelo critério explicado anteriormente.

“É importante notar que esse montante é um valor que foi devidamente deduzido do orçamento de uma pessoa ao longo do tempo, ou seja, um dinheiro que foi debitado e perdeu a possibilidade de ser investido e multiplicado”, ressalta a Suno Research.

O ponto chave do cálculo é visualizar em que teria se transformado essa quantia caso o montante fosse aplicado, esporadicamente, em ações da Ambev no mesmo período, com reinvestimento dos dividendos.

“Ao analisarmos o retorno dos investimentos, o investidor teria hoje um pouco mais de R$ 104 mil acumulados. Com toda certeza, qualquer um pode concordar que esses são números bastante satisfatórios para qualquer perfil de investidor”, afirma a Suno.

 

Últimas Notícias

Moradias construídas pelo Governo de Goiás resgatam dignidade e fortalecem identidade coletiva da população quilombola
Banda de rock e Anjos Urbanos juntos na prevenção às drogas nas escolas
Governo Junto de Você: casamento comunitário vai unir 174 casais em Trindade
Marconi presta homenagem a Aristides Junqueira, “grande guardião da Constituição de 1988”
Sine Estadual disponibiliza mais de 50 vagas exclusivas para pessoas com deficiência
HGG adere à Rede Universitária de Telemedicina
Governador reconhece importância do cooperativismo para evolução econômica de Goiás nos últimos 20 anos
Saneago integrará Sistema Mauro Borges ao Meia Ponte para garantir abastecimento de Goiânia e Região Metropolitana

MAIS NOTICIAS

 

Estado entrega mais de 100 moradias em Mara Rosa e Cheque Mais Moradia para Amaralina e Bonópolis
 
 
Câmara aprova mais 81 municípios de Minas Gerais e do Espírito Santo na Sudene
 
 
Disputa entre taxistas e motoristas de aplicativos agora vai para a Câmara
 
 
Temer volta a Brasília e deve retomar agenda de trabalho no Planalto
 
 
Ministro da Justiça confirma críticas à segurança do estado do Rio
 
 
Banco Safra pagará US$ 10 milhões por movimentar dinheiro desviado por Maluf

 


 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 4018-8212