Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


19 de Ago de 2017 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Criminalidade volta a cair em Goiás em julho - Jornal Brasil em Folhas
Criminalidade volta a cair em Goiás em julho


A Secretaria de Segurança Pública e Administração Penitenciária (SSPAP) divulgou nesta quarta-feira, dia 2, as estatísticas referentes ao mês de julho. Os números mostram que houve redução em 11 das doze modalidades das ocorrências reativas no Estado, quando se compara os dados com julho de 2016.

Apresentaram redução os casos de estupros (-45,76%), as tentativas de homicídios (-14,15%) e os latrocínios (-40%). Todas as naturezas de roubos e de furtos também tiveram queda. Os roubos a transeuntes diminuíram 39,86%, os roubos de veículos cederam em 35,68%, enquanto os roubos em comércios e em residências caíram, respectivamente, 48,01% e 25,46%.

Os furtos em comércios apresentaram a queda mais significativa em sua categoria (-39,5%). Os furtos a transeuntes aparecem com redução de -34,22%, seguidos dos furtos em residências (-28,7%) e pelos furtos de veículos que retrocederam -26,08%. No mês, apenas os homicídios oscilaram positivamente em 4,62%.

O secretário de Segurança Pública e Administração Penitenciária (SSPAP), Ricardo Balestreri, entende que a contração verificada na maioria dos índices é um estímulo para que os operadores de segurança continuem motivados na luta contra a criminalidade. “Vamos intensificar os esforços para que o declínio seja consistente e duradouro, ao mesmo tempo em que consideramos imprescindível adotar novas iniciativas que colaborem no processo de construção da paz social”.

Novas quedas
Todas as doze modalidades de crimes consideradas de alta prioridade apresentaram recuo, em Goiás, na comparação entre os sete primeiros meses de 2017 e 2016. De acordo com os dados, os homicídios estão 14,51% menores, os estupros (-16,93%) e tentativas de homicídios (-24,14%). Os latrocínios estão -47,32% abaixo dos casos registrados no ano passado.

A redução nos roubos de veículos chegou a -28,58%, ao passo que os roubos em comércio encolheram -32,29%. Nos roubos a transeuntes e em residências o declínio chegou a -23,95% e -21,15%, nessa ordem.

As quedas nos índices nas naturezas de furtos chegaram a -18,79% nos veículos, -17,42% em comércios, -0,9% em residências, e -25,52% nos furtos a transeuntes.

No Entorno do DF, criminalidade tem redução geral
Os índices de criminalidade de toda a Região do Entorno do Distrito Federal estão em queda. É o que revelam os registros da Secretaria de Segurança Pública. Tanto no mês passado quanto no acumulado do ano (até julho), os dados mantiveram a tendência de queda.

Os homicídios apresentaram queda de -20,93% em julho e de -22,54% no acumulado do ano. Os estupros estão mais baixos -22,22% e -8,16%, e as tentativas de homicídios com redução de -22,41% e -32,24%, se utilizado a mesma base de comparação dos homicídios.

Os roubos e furtos, em todas as suas naturezas, estão em declínio na região. Em julho, os indicadores de roubos tiveram a seguinte redução: a transeunte (-40,13%), de veículo (-18,39%), em comércio (-34,38%), em residência (-15,63%). Para os furtos contabilizados no mês as reduções foram: de veículos (-27,33%), em comércio (-47,37%), em residência (-26,38%) e a transeunte (-44,74%). No acumulado anual, de janeiro a julho, as doze modalidades registraram queda no Entorno do Distrito Federal.

Em Anápolis, estupros caem 80% e roubo de veículos, 64,71%
Anápolis, no centro norte goiano, obteve, em julho, redução acima de -40% em sete das 12 modalidades criminais analisadas. Os estupros despencaram -80%, os roubos de veículos cederam em -64,71%, e os furtos em comércios recuaram -61,9%. Os roubos em comércios tiveram decréscimo de -51,35% e os roubos a transeuntes decaíram -50,82%. Furtos de veículos e em residências mostraram recuos respectivos de -47,73% e -43,44%.

Na sequência, aparecem as quedas nos índices das tentativas de homicídios (-37,5%), dos roubos em residências (-35,71%) e furtos a transeuntes (-7,14%). Os homicídios, por outro lado, aumentaram 16,67%, mas, no acumulado do ano, está -3,92% menor do que os números registrados ano passado.

 

Últimas Notícias

Para Barroso, cidadão deve saber quanto juiz recebe: ganho R$ 23 mil
HBO oferece U$250 mil como pagamento de recompensa a hackers, diz Variety
HBO teria oferecido recompensa para hackers
Brasil ganha concurso latino-americano de integração de espaços interativos
Imagens de satélite sugerem que Pyongyang prepara teste de míssil submarino
Gert se transforma em furacão no Atlântico, a 720 km das ilhas Bermudas
EUA: empresa contesta ordem judicial de obtenção de dados de internautas
Trump volta a atacar Amazon por empregos perdidos

MAIS NOTICIAS

 


CIDADES
Agetul diz que não ‘vê motivo’ para indenizar vítimas Mutirama

O presidente Agetul, Alexandre Magalhães, responsável pelo Parque Mutirama, disse que “não vê motivo” para indenizar as 13 pessoas que se feriram depois de um problema no brinquedo Twister.

 
 
ESPORTE
Neymar evita mal-estar com o Barcelona na apresentação no PSG

Suas primeiras palavras como jogador do Paris Saint Germain (PSG) giraram em torno de uma única ideia. “Quero desafios maiores”, repetiu Neymar em sua apresentação aos meios de comunicação em uma sala de imprensa lotada.

 
 
POLÍTICA
Partidos da base pressionam Temer por cargos de infiéis em votação

Partidos da base aliada de Michel Temer que votaram em massa a favor do presidente, derrubando a denúncia da Procuradoria-Geral da República.

 
 
MUNDO
George Pell se defende: abuso sexual é abominável

O Cardeal George Pell afirmou nesta quinta-feira que entraria de licença do Vaticano para retornar à Austrália e lutar contra as acusações de abuso sexual infantil.

 


 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 4018-8212