Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


19 de Ago de 2017 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Roubos a comércios caem 52,08% em Goiânia - Jornal Brasil em Folhas
Roubos a comércios caem 52,08% em Goiânia


Em Goiânia, houve redução em dez modalidades criminais das doze pesquisadas no mês de julho. Estupro (-46,67%), tentativa de homicídio (-8,7%), roubo a transeunte (-39,9%), roubo de veículo (-44,43%), roubo em comércio (-52,08%), roubo em residência (-28,45%). Completam a lista dos crimes que tiveram redução no mês passado: furto de veículo (-33%), furto em comércio (-39,1%), furto em residência (-30,43%) e furto a transeunte (-46,36%). Os latrocínios mantiveram-se estáveis, enquanto, os homicídios cresceram 28,57%.

No acumulado de janeiro a julho, Goiânia manteve uma forte redução nos índices das doze categorias informadas. Os homicídios estão -19,93% abaixo dos praticados no mesmo período de 2016. Os estupros cederam em -48,6%, as tentativas de homicídios caíram -37,58% e os latrocínios recuaram -29,17%.

Os roubos a transeuntes, em Goiânia, estão -33,61% menor do que o ano passado. Os demais tipos de roubos também estão em declínio: roubo de veículo (-43,66%), roubo em comércio (-47,29%) e roubo em residência (-32,15%). Os furtos, na capital, registraram as seguintes reduções: de veículo (-35,16%), em comércio (-36,01%), em residência (-15,14%) e a transeunte (-34,6%).

Homicídios recuam 45,45% em Aparecida de Goiânia
No mês passado, os homicídios apresentaram queda de 45,45% em Aparecida de Goiânia, o município goiano mais populoso depois da capital. Também houve retrocesso nos estupros (-60%), nas tentativas de homicídios (-23,08%). O crime de latrocínio não registrou nenhum caso.

O relatório da SSPAP aponta que houve redução de -31,13% nos roubos a transeuntes, de -27,01% nos roubos de veículos e de -42,86% nos roubos em comércio. Houve queda, ainda, nos furtos em comércio, que despencaram -64,29%, e furtos em residências que baixaram -40,3%. Por outro lado, os roubos em residências mostraram aumento de 17,14% no município, e os furtos de veículos e a transeuntes evoluíram, respectivamente, em 7,35% e 4,35%. No ano, o município teve redução em 10 das doze modalidades analisadas.

 

Últimas Notícias

Para Barroso, cidadão deve saber quanto juiz recebe: ganho R$ 23 mil
HBO oferece U$250 mil como pagamento de recompensa a hackers, diz Variety
HBO teria oferecido recompensa para hackers
Brasil ganha concurso latino-americano de integração de espaços interativos
Imagens de satélite sugerem que Pyongyang prepara teste de míssil submarino
Gert se transforma em furacão no Atlântico, a 720 km das ilhas Bermudas
EUA: empresa contesta ordem judicial de obtenção de dados de internautas
Trump volta a atacar Amazon por empregos perdidos

MAIS NOTICIAS

 


CIDADES
Agetul diz que não ‘vê motivo’ para indenizar vítimas Mutirama

O presidente Agetul, Alexandre Magalhães, responsável pelo Parque Mutirama, disse que “não vê motivo” para indenizar as 13 pessoas que se feriram depois de um problema no brinquedo Twister.

 
 
ESPORTE
Neymar evita mal-estar com o Barcelona na apresentação no PSG

Suas primeiras palavras como jogador do Paris Saint Germain (PSG) giraram em torno de uma única ideia. “Quero desafios maiores”, repetiu Neymar em sua apresentação aos meios de comunicação em uma sala de imprensa lotada.

 
 
POLÍTICA
Partidos da base pressionam Temer por cargos de infiéis em votação

Partidos da base aliada de Michel Temer que votaram em massa a favor do presidente, derrubando a denúncia da Procuradoria-Geral da República.

 
 
MUNDO
George Pell se defende: abuso sexual é abominável

O Cardeal George Pell afirmou nesta quinta-feira que entraria de licença do Vaticano para retornar à Austrália e lutar contra as acusações de abuso sexual infantil.

 


 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 4018-8212