Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


21 de Ago de 2017 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Concluída no Malawi realocação histórica de 520 elefantes - Jornal Brasil em Folhas
Concluída no Malawi realocação histórica de 520 elefantes


Um total de 520 elefantes foi realocada para uma reserva no Malawi, em uma das maiores operações deste tipo já realizadas, anunciou nesta quinta-feira a organização responsável pelo projeto.

Os paquidermes foram levados de dois parques superpovoados do sul do Malawi até a reserva de Nkhotakota (centro), a cerca de 350 km de distância.

No Malawi, os elefantes foram quase dizimados pela caça ilegal.

Para esta delicada operação, um veterinário lançou dardos tranquilizantes a partir de um helicóptero para sedar os animais. Um guindaste os levantou então pelas patas, e eles foram transportados durante a noite em caminhões de 30 toneladas.

A ONG African Parks, que administra 90% dos parques do Malawi, qualificou esta operação de dois anos de duração de histórica.

Durante o deslocamento, dois dos elefantes morreram.

Tomamos medidas extraordinárias para garantir um futuro para os elefantes do Malawi, declarou Brighton Kumchedwa, do departamento de Parques Nacionais, que pertence ao Ministério de Recursos Naturais.

É um momento importante para a conservação no Malawi, assim como para uma das espécies mais ameaçadas do planeta, afirmou.

Devido à caça furtiva, a população de elefantes em Nkhotakota caiu de 1.500 na década de 1970 para apenas uma centena em 2015.

Antes de trasladar os paquidermes a esta reserva, foram tomadas medidas para protegê-los, como a construção de uma cerca elétrica de grande altura.

A realocação realizada é um momento-chave para o Malawi, considerou Peter Fearnhead, chefe-executivo da African Parks.

Instalar mais de 500 elefantes e saber que eles vão evoluir em Nkhotakota é uma fonte de esperança, acrescentou.

A cada ano, 40.000 elefantes são caçados de forma ilegal para a exploração do marfim de suas presas.

 

Últimas Notícias

O que Neymar pode nos ensinar sobre carreira
Mesmo sem vitórias na Alemanha, KRT assegura pódio em Lausitzring
Agehab participa de Fórum Nacional de Habitação de Interesse Social em São Paulo
Marconi elogia parceria entre Caixa e Agehab
Deputado Marlúcio confirma que recebeu convite do PTB
Em encontro com Marconi, embaixador da Alemanha diz que Goiás tem potencialidades excelentes
Gustavo anuncia cumprimento do Plano de Carreira dos servidores da saúde
Sindacse elogia esforço de Gustavo em atender demandas dos agentes de saúde

MAIS NOTICIAS

 


CIDADES
Agetul diz que não ‘vê motivo’ para indenizar vítimas Mutirama

O presidente Agetul, Alexandre Magalhães, responsável pelo Parque Mutirama, disse que “não vê motivo” para indenizar as 13 pessoas que se feriram depois de um problema no brinquedo Twister.

 
 
ESPORTE
Neymar evita mal-estar com o Barcelona na apresentação no PSG

Suas primeiras palavras como jogador do Paris Saint Germain (PSG) giraram em torno de uma única ideia. “Quero desafios maiores”, repetiu Neymar em sua apresentação aos meios de comunicação em uma sala de imprensa lotada.

 
 
POLÍTICA
Partidos da base pressionam Temer por cargos de infiéis em votação

Partidos da base aliada de Michel Temer que votaram em massa a favor do presidente, derrubando a denúncia da Procuradoria-Geral da República.

 
 
MUNDO
George Pell se defende: abuso sexual é abominável

O Cardeal George Pell afirmou nesta quinta-feira que entraria de licença do Vaticano para retornar à Austrália e lutar contra as acusações de abuso sexual infantil.

 


 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 4018-8212