Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


21 de Ago de 2017 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Filhos de líderes israelenses brigam por causa de cocô de cachorro - Jornal Brasil em Folhas
Filhos de líderes israelenses brigam por causa de cocô de cachorro


Uma impensável disputa sobre fezes caninas desembocou em uma suja discussão nas redes sociais entre o filho do primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, e os herdeiros de outros ex-governantes.

O estopim da briga, que roubou a atenção da imprensa, foi um suposto cocô da cadela de Netanyahu, Kaya, em um parque de Jerusalém.

Uma vizinha contou no Facebook que havia pedido ao filho mais velho de Netanyahu, Yair, que passeava com Kaya, para recolher as fezes e que ele a respondeu mostrando o dedo do meio.

Não está claro se foi Kaya quem fez as suas necessidades no parque.

A história poderia ter acabado ali. Mas Molad, uma organização contrária ao primeiro-ministro conservador, a recuperou no domingo no Facebook intitulada de Cinco coisas que você não sabe sobre o herdeiro da coroa Yair Netanyahu.

Este reagiu na própria rede social negando as mentiras e calúnias e tachou Molad, que se apresenta como um centro de reflexão independente, de ser financiada por estrangeiros que querem a destruição de Israel.

Em sua publicação, Yair, de 25 anos, questiona o motivo pelo qual certas organizações não tratam da mesma forma os filhos de ex-chefes de Governo como Shimon Peres, Ariel Sharon e Ehud Olmert.

Omri Sharon, por exemplo, passou quatro meses na prisão em 2008 por financiamento ilícito de campanhas eleitorais de seu pai, já falecido.

Yair Netanyahu também evocou as interessantes relações de um dos filhos de Ehud Olmert com um homem palestino, sugerindo que havia colocado em perigo a segurança do país ao se relacionar com um palestino.

Sua resposta foi finalizada com os emojis de uma mão mostrando o dedo do meio e de um cocô sorridente.

Aril Olmert o respondeu diretamente pelo Facebook: Olá, Yair Netanyahu, sou o filho secreto de Olmert, o filho gay, o que vive com um palestino e que fugiu com ele para Paris. Na realidade, esta história é toda uma mentira. Gosto de mulheres, moro com uma e temos uma filha.

O grande problema é o racismo e o caráter homofóbico, disse. Ao contrário de você [...] trabalho para viver. E, pra começar, tento recolher o cocô do meu cachorro.

Os detratores da família Netanyahu criticam Yair, apresentando-o como um jovem que vive na casa do primeiro-ministro sem ter um emprego oficial. Acusam os seus pais de exercício hegemônico do poder e de preparar Yair para o substituir.

 

Últimas Notícias

O que Neymar pode nos ensinar sobre carreira
Mesmo sem vitórias na Alemanha, KRT assegura pódio em Lausitzring
Agehab participa de Fórum Nacional de Habitação de Interesse Social em São Paulo
Marconi elogia parceria entre Caixa e Agehab
Deputado Marlúcio confirma que recebeu convite do PTB
Em encontro com Marconi, embaixador da Alemanha diz que Goiás tem potencialidades excelentes
Gustavo anuncia cumprimento do Plano de Carreira dos servidores da saúde
Sindacse elogia esforço de Gustavo em atender demandas dos agentes de saúde

MAIS NOTICIAS

 


CIDADES
Agetul diz que não ‘vê motivo’ para indenizar vítimas Mutirama

O presidente Agetul, Alexandre Magalhães, responsável pelo Parque Mutirama, disse que “não vê motivo” para indenizar as 13 pessoas que se feriram depois de um problema no brinquedo Twister.

 
 
ESPORTE
Neymar evita mal-estar com o Barcelona na apresentação no PSG

Suas primeiras palavras como jogador do Paris Saint Germain (PSG) giraram em torno de uma única ideia. “Quero desafios maiores”, repetiu Neymar em sua apresentação aos meios de comunicação em uma sala de imprensa lotada.

 
 
POLÍTICA
Partidos da base pressionam Temer por cargos de infiéis em votação

Partidos da base aliada de Michel Temer que votaram em massa a favor do presidente, derrubando a denúncia da Procuradoria-Geral da República.

 
 
MUNDO
George Pell se defende: abuso sexual é abominável

O Cardeal George Pell afirmou nesta quinta-feira que entraria de licença do Vaticano para retornar à Austrália e lutar contra as acusações de abuso sexual infantil.

 


 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 4018-8212