Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


21 de Ago de 2017 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Ilha de Guam diz estar preparada para ataque norte-coreano - Jornal Brasil em Folhas
Ilha de Guam diz estar preparada para ataque norte-coreano


O governador de Guam assegurou nesta quinta-feira (10) que este território americano no Pacífico está perfeitamente equipado para enfrentar um ataque norte-coreano, graças a uma infraestrutura sólida, resistente a tufões e terremotos.

Pyongyang revelou seu plano detalhado para disparar quatro mísseis contra Guam. Como a Coreia do Norte há tempos multiplica suas ameaças, os 162.000 habitantes locais, cujas vidas estão estreitamente ligadas aos 6.000 soldados americanos posicionados na ilha, aprenderam a conviver com elas.

O governador Eddie Calvo explica que essa ilha remota do Pacífico se acostumou a ser um alvo desde que Washington instalou suas bases militares.

É preciso entender que, inclusive em um cenário de possibilidade de um em um milhão, estamos preparados para o que Guam é há décadas: um território americano com vantagens militares estratégicas, em uma região muito dinâmica. Estamos preparados para enfrentar qualquer eventualidade, mais do que qualquer outra comunidade americana, garantiu.

Calvo não dá detalhes sobre as defesas americanas na ilha, que conta com uma base aérea e outra naval.

Guam também abriga um sofisticado escudo antimísseis, o sistema THAAD, capaz destruir os mísseis de curto e médio alcance, assim como projéteis de alcance intermediário, em sua fase final de voo.

Dada a maneira como nossas infraestruturas foram construídas - e que resistiram a um tremor de magnitude 8,3 há uma década e a potentes tufões -, estamos perfeitamente equipados para coordenar o antes e o depois de uma ocorrência, enfatizou o governador.

- A vida segue -

Em Hagatna, a capital, os habitantes parecem encarar as ameaças norte-coreanas com resignação.

Se tiver que acontecer, acontecerá, afirma Loiue Joyce, de 20 anos.

Se temos medo? Sim, mas o que podemos fazer? Vivemos numa pequena ilha. Não há lugar onde se esconder em caso de ataque, completa.

Território estratégico para os Estados Unidos, Guam foi o ponto de decolagem dos bombardeios B-52 encarregados de atacar Hanói durante a Guerra de Vietnã (1955-1975). A base Andersen dessa ilha é sede do 36º esquadrão de bombardeiros estratégicos americanos.

Além da presença militar, a economia da ilha depende em grande parte do turismo, um setor responsável por um terço dos empregos. Suas praias paradisíacas, seus hotéis e suas lojas duty-free atraíram mais de 1,5 milhão de visitantes em 2016. A maioria é japonesa e coreana.

A vida continua no paraíso, diz o diretor de Marketing do Departamento de Turismo de Guam, Josh Tyquengco.

Não estou a par de possíveis anulações de viagens. É alta temporada em Guam. O caso norte-coreano não teve qualquer impacto sobre o turismo no momento, avaliou.

O jornal local Guam Daily Post recorda, porém, que, apesar de os habitantes estarem acostumados com as ameaças de Pyongyang, desta vez a situação é mais precária, porque um comandante-em-chefe impulsivo, que não tem tanto sangue frio, agora mora na Casa Branca.

A última vez que o território temeu ser vítima de um ataque, em 2013, a situação se tranquilizou. O governo do então presidente Barack Obama conseguiu evitar uma escalada verbal com o dirigente norte-coreano, Kim Jong-Un, destacou o jornal.

Desta vez, a ameaça é diferente. É mais preocupante, já que Donald Trump prometeu responder com fogo e fúria. Mas Guam não é apenas a sede de bases aéreas e navais. É a casa de cerca de 162 mil pessoas, cidadãos americanos em sua maioria, reforça o veículo.

 

Últimas Notícias

O que Neymar pode nos ensinar sobre carreira
Mesmo sem vitórias na Alemanha, KRT assegura pódio em Lausitzring
Agehab participa de Fórum Nacional de Habitação de Interesse Social em São Paulo
Marconi elogia parceria entre Caixa e Agehab
Deputado Marlúcio confirma que recebeu convite do PTB
Em encontro com Marconi, embaixador da Alemanha diz que Goiás tem potencialidades excelentes
Gustavo anuncia cumprimento do Plano de Carreira dos servidores da saúde
Sindacse elogia esforço de Gustavo em atender demandas dos agentes de saúde

MAIS NOTICIAS

 


CIDADES
Agetul diz que não ‘vê motivo’ para indenizar vítimas Mutirama

O presidente Agetul, Alexandre Magalhães, responsável pelo Parque Mutirama, disse que “não vê motivo” para indenizar as 13 pessoas que se feriram depois de um problema no brinquedo Twister.

 
 
ESPORTE
Neymar evita mal-estar com o Barcelona na apresentação no PSG

Suas primeiras palavras como jogador do Paris Saint Germain (PSG) giraram em torno de uma única ideia. “Quero desafios maiores”, repetiu Neymar em sua apresentação aos meios de comunicação em uma sala de imprensa lotada.

 
 
POLÍTICA
Partidos da base pressionam Temer por cargos de infiéis em votação

Partidos da base aliada de Michel Temer que votaram em massa a favor do presidente, derrubando a denúncia da Procuradoria-Geral da República.

 
 
MUNDO
George Pell se defende: abuso sexual é abominável

O Cardeal George Pell afirmou nesta quinta-feira que entraria de licença do Vaticano para retornar à Austrália e lutar contra as acusações de abuso sexual infantil.

 


 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 4018-8212