Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


17 de Ago de 2017 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Google fica no centro de batalha cultural do Vale do Silício - Jornal Brasil em Folhas
Google fica no centro de batalha cultural do Vale do Silício


Nova York, 10 ago (EFE). - Um polêmico texto interno e a demissão do seu autor colocaram o Google no centro de uma batalha cultural no Vale do Silício, na Califórnia (Estados Unidos), e de um debate que vai do machismo no mundo da tecnologia ao que, para alguns, é um excesso de correção política nas empresas do setor.

James Damore, um engenheiro do gigante tecnológico, abriu a mais recente discussão com um documento de dez páginas em que critica os esforços da companhia rumo à igualdade de gênero.

No texto ele argumenta, entre outros aspectos, que a menor presença de mulheres nas empresas de tecnologia e nos postos de liderança se deve a diferenças biológicas e de personalidade entre os gêneros e defende o fomento à diversidade ideológica ao invés de iniciativas favoráveis às minorias.

Em meio a uma enorme polêmica, o Google decidiu demitir Damore na segunda-feira, por considerar que o seu manifesto viola o código de conduta da empresa e promove prejudiciais estereótipos de gênero.

Longe de acalmar a crise, boa parte da imprensa americana descreve a questão como uma batalha cultural na indústria tecnológica.

Damore já adiantou que pretende processar o Google, ainda que especialistas jurídicos acreditem que ele não tenha muito sucesso nessa empreitada. Antes mesmo de ser demitido, o engenheiro apresentou uma queixa trabalhista na segunda-feira, na qual acusava à empresa de tergiversar as suas palavras para silenciar sua opinião.

Além de uma possível batalha legal, Damore conseguiu se tornar um herói para muitos conservadores americanos e suas queixas sobre o que consideram que é uma cruzada de certas elites contra as suas convicções.

O portal de notícias Breitbart News, um dos favoritos da nova direita americana, defendia nesta semana o memorando do ex-funcionário, de 28 anos, e acusava o Google de criar listas negras para prejudicar trabalhadores com ideias políticas divergentes.

Anteontem, Damore - para quem o fundador de WikiLeaks, Julian Assange, ofereceu emprego - defendeu o que pensa em uma longa entrevista a Stefan Molyneux, blogueiro defensor da luta contra a correção política e dos ideais de diversidade dos progressistas.

A chamada alt-right, um dos apoios mais fieis do presidente americano, Donald Trump, mira no Vale do Silício há muito tempo, já que é visto como símbolo da globalização e de políticas mais liberais.

Por outro lado, o Google e toda a indústria da tecnologia, majoritariamente composta por homens brancos, estão pressionados pela falta de diversidade e por uma cultura empresarial considerada machista por muitos, principalmente por simpatizantes da esquerda.

As reiteradas denúncias de assédio sexual e descriminação, por exemplo, provocaram nos últimos meses, por exemplo, a saída de boa parte da direção do Uber, um dos projetos mais bem-sucedidos do Vale do Silício.

No caso do Google, atualmente as mulheres representam um terço do quadro de funcionário e só 20% da equipe técnica. Ontem, o jornal britânico The Guardian publicou que cerca de 60 representantes do sexo feminino que trabalham ou trabalharam no Google estão preparando uma denúncia coletiva sobre machismo e diferenças salariais na empresa.

Recentemente, o Departamento de Trabalho do Estados Unidos investigou um caso aberto sobre o fato de sistematicamente o Google pagar menos para mulheres, iniciativa que fez a Justiça exigir que a empresa forneça seus dados salariais para uma análise. EFE

 

Últimas Notícias

Moradores do Rosa dos Ventos comemoram chegada da nova Unidade Básica de Saúde
Samsung anuncia lucro recorde e caminha para superar Apple
Vendas da Amazon crescem, mas investimentos fazem lucro recuar
Nave tripulada Soyuz MS-05 decola rumo à Estação Espacial Internacional
Missão científica chega à Estação Espacial Internacional
Tesla apresenta seu primeiro carro popular
Geólogos encontram novas pistas sobre maior extinção mundial
NASA fará teste de defesa da Terra com asteroide real em 12 de outubro

MAIS NOTICIAS

 


CIDADES
Agetul diz que não ‘vê motivo’ para indenizar vítimas Mutirama

O presidente Agetul, Alexandre Magalhães, responsável pelo Parque Mutirama, disse que “não vê motivo” para indenizar as 13 pessoas que se feriram depois de um problema no brinquedo Twister.

 
 
ESPORTE
Neymar evita mal-estar com o Barcelona na apresentação no PSG

Suas primeiras palavras como jogador do Paris Saint Germain (PSG) giraram em torno de uma única ideia. “Quero desafios maiores”, repetiu Neymar em sua apresentação aos meios de comunicação em uma sala de imprensa lotada.

 
 
POLÍTICA
Partidos da base pressionam Temer por cargos de infiéis em votação

Partidos da base aliada de Michel Temer que votaram em massa a favor do presidente, derrubando a denúncia da Procuradoria-Geral da República.

 
 
MUNDO
George Pell se defende: abuso sexual é abominável

O Cardeal George Pell afirmou nesta quinta-feira que entraria de licença do Vaticano para retornar à Austrália e lutar contra as acusações de abuso sexual infantil.

 


 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 4018-8212