Afganistão inicia nova rodada de negociações de paz

0 Shares
0
0
0
0

O embaixador americano Michael McKinley cumprimenta secretário paquistanês Aizaz Ahmad Chaudhry
Uma segunda rodada de negociações para reativar o processo de paz entre o governo de Cabul e os talibãs começou nesta segunda-feira na capital afegã, em um momento que os insurgentes multiplicam os atentados e ofensivas militares.

Representantes chineses, americanos, paquistaneses e afegãos se reuniram no palácio presidencial em Cabul, uma semana depois de um primeiro encontro no Paquistão.

O povo afegão não aceitará que um processo de paz se estenda sem dar nenhum resultado, declarou o chanceler afegão Salahuddin Rabbani.

Mas nenhum representante dos talibãs estará presente e não se sabe quando estarão dispostos a retomar as negociações interrompidas desde que, no ano passado, foi anunciada a morte do mulá Omar, o fundador do movimento.

Além disso, existe a desconfiança recíproca entre Afeganistão e Paquistão, que pode criar obstáculos para o procsso.

O Paquistão foi um dos três únicos países a reconhecer o regime dos talibãs entre 1996 e 2001, e Cabul acusa seu vizinho de apoiar os insurgentes dando a eles abrigo.

A sucessão de Omar igualmente ocasionou uma luta de poder, na qual, por ora, o mulá Akhtar Mansur parece ter vencido.

Ao mesmo tempo em que são realizados esforços para reativar as negociações, ocorre uma multiplicação dos atentados no Afeganistão e para os observadores essa intensificação dos combates obedece à vontade dos talibãs de ganhar terreno antes das negociações para chegar com uma posição de força. – BRASIL EM FOLHAS COM AGÊNCIAS DE NOTÍCIAS – I3D 758

0 Shares
You May Also Like