Dinossauro gigante da Patagônia ganha exposição em Nova York

0 Shares
0
0
0
0

Uma representação de gesso de um dos maiores dinossauros já descobertos, um titanosaurian de 37,2 metros de comprimento encontrado na Patagônia Argentina, será exposta pela primeira vez em Nova York nesta quinta-feira.

Trata-se de uma espécie de dinossauro cuja descoberta é tão recente que seu nome científico ainda não foi divulgado oficialmente, disseram os paleontólogos que o descobriram em 2014 na região da Patagônia, no sul da Argentina.

Os restos mortais foram encontrados numa escavação no deserto perlo de La Flecha, 216 quilômetros ao oeste de Trelew, por uma equipe do Museu Paleontológico Egidio Feruglio.

A mostra gigantesca no Museu de História Natural dos Estados Unidos é tão longa, que o pescoço e a cabeça da criatura vai para o lado de fora da sala de exposições rumo ao lobby do prédio, perto dos elevadores.

O animal, cujos pesquisadores acreditam tratar-se de um jovem adulto de sexo ainda desconhecido, deve ter pesado 70 toneladas, o equivalente a dez elefantes africanos, afirmou o museu.

Esta espécie vivia nas selvas da atual Patagônia há 100 ou 95 milhões de anos, durante o período Cretácico Tardío.

O museu indicou que trata-se de um dos maiores dinossauros já descobertos. – BRASIL EM FOLHAS COM AGÊNCIAS DE NOTÍCIAS – I3D 834

0 Shares
You May Also Like