Renault descumpre normas de emissões, mas fraudes são descartadas

0 Shares
0
0
0
0

Motores a diesel da francesa Renault e várias fabricantes de outros países descumpriram as normas de emissões de CO2 e óxidos de nitrogênio, afirmou a ministra francesa de Meio Ambiente nesta quinta-feira.

Ségolène Royal também afirmou que não foram detectados programas informáticos de fraude nos veículos examinados de oito marcas diferentes, salvo os da Volkswagen.

Segundo Royal, trata-se de conclusões provisórias da comissão que realizou os testes.

Essa comissão examinou desde outubro veículos de oito marcas diferentes (Renault, PSA, Volkswagen, Mercedes, Ford, Opel, Toyota e BMW). Em etapas posteriores, serão examinados carros da Nissan, Volvo, Suzuki e Fiat.

Confio na Renault, que é uma grande indústria francesa, declarou a ministra em coletiva de imprensa.

Renault confirmou nesta quinta-feira que houve operações em várias de suas sedes na França registradas por inspetores antifraude. Royal afirmou que essas operações não têm nada a ver com os testes realizados pela comissão, sem oferecer maiores detalhes.

A bolsa de Paris fechou em baixa nesta quinta-feira (1,80%) provocada em grande parte pela queda de 10,28% da ação da Renault, que fechou a 77,75 euros.

A queda foi provocada pela confirmação, revelada primeiro por um sindicato, de que inspetores da Direção Geral de Concorrência, Consumo e Repressão da Fraude (DGCCRF) realizaram operações na semana passada na sede central da Renault em Paris e dos centros de Lardy e Guyancourt, na região parisiense. – BRASIL EM FOLHAS COM AGÊNCIAS DE NOTÍCIAS – I3D 836

0 Shares
You May Also Like