São Paulo quer lucrar R$ 40 milhões com patrocinadores

0 Shares
0
0
0
0

Para amenizar, ao menos um pouco, a crise financeira vivida nos últimos anos, o São Paulo pretende lucrar R$ 40 milhões com anunciou exibidos em seu uniforme. Sem um patrocinador master desde 2014, a ideia é fechar uma parceria já neste mês de janeiro e, dessa forma, cobrir os outros espaços da camisa.

Até o momento, o clube acertou R$ 5 milhões anuais com a FIAP (Faculdade de Informática e Administração Paulista), que estampará a barra inferior da frente da camisa, e com a Joli (empresa de material de construção), que vai expor na barra traseira. A parceia com a FIAP, no entanto, vai mais longe. A faculdade de informática vai fornecer materiais tecnológicos para capacitar funcionários e jogadores do clube.

A última reunião do Conselho Deliberativo do Tricolor serviu para discutir a divida do time. Segundo o presidente Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, a divida são-paulina atual é de R$ 72 milhões. A ideia é chegar em dezembro de 2016 com apenas R$ 11 milhões no saldo devedor. “É uma audácia, uma ousadia, se nós conseguirmos. Mas temos a consciência de que podemos fazer”, afirmou.

Além dos patrocínios em uniformes, plano de sócio-torcedor e outras receitas, o São Paulo espera lucrar com anúncios em suas mídias digitais. A equipe fechou parceria com a Gatorade e com a Copa Airlines. – BRASIL EM FOLHAS COM AGÊNCIAS DE NOTÍCIAS – I3D 992

0 Shares
You May Also Like