Sheik fala o que não concorda no Flamengo e pede reforços

0 Shares
0
0
0
0

O atacante Emerson Sheik, do Flamengo, saiu do Corinthians para fechar com o clube carioca. Num cenário que parecia favorável ao seu futebol, o jogador alternou altos e baixos e viu o time não conseguir atuar de forma competitiva no final da temporada. Agora, já em 2016 e praticamente no fim das férias, ele disse o que não gostou no Fla e ainda falou que alguns jogadores não mereciam vestir a camisa do clube.

“Vi algumas coisas que não iriam funcionar. Eu acho que a camisa do Flamengo é muito grande. A história do clube é muito grande. Não é qualquer um que pode vestir não. Isso aí, eu acho que tem que ser escolhido a dedo, porque tinham muitos ali que, na minha maneira de pensar, não mereciam estar vestindo a camisa do Flamengo e representando mais de 40 milhões de pessoas”, disparou o jogador, em entrevista ao programa Globo Esporte, da TV Globo.

Ele ainda disse que o time precisa se reforçar para lutar por títulos: “Campeão, eu não acredito muito. Com mais atletas, mais qualidade, aí sim, a gente pode começar a pensar em título. Por enquanto, não”, opinou.

O jogador ainda foi polêmico ao dizer que se não gostaram das críticas é só “mandar embora”: “Comprometimento é tudo. Tinha uma galera comprometida sim, outra não. Uma pena. O Flamengo não merece passar por isso. Dedicação, respeito a camisa vai ter que ter, porque, senão, vou ser o primeiro a sair, a falar. Se não gostar, é simples: me manda embora. Já fui mandado algumas vezes…”, frisou o atacante, que não se eximiu das polêmicas. – BRASIL EM FOLHAS COM AGÊNCIAS DE NOTÍCIAS – I3D 1003

0 Shares
You May Also Like