Suécia quer expulsar 80 mil migrantes com pedido de asilo rejeitado

0 Shares
0
0
0
0

O ministro sueco do Interior, Anders Ygeman, participa de coletiva de imprensa, em Estocolmo, no dia 11 de novembro de 2015

A Suécia prepara a expulsão de até 80.000 migrantes que chegaram ao seu território em 2015 e cujo pedido de asilo foi ou será rejeitado, declarou nesta quarta-feira o ministro sueco do Interior, Anders Ygeman.

São 60.000 pessoas, mas isto pode aumentar até as 80.000, indicou o ministro ao jornal financeiro Dagens Industri (DI), destacando que o governo tinha pedido à polícia e ao Departamento de Migrações, que organizaram estas devoluções, a princípio, ao longo de vários anos.

As expulsões se efetuam habitualmente em voos comerciais, mas, visto o atual número de migrantes, Ygeman apontou o eventual uso de voos charter, especialmente fretados para as devoluções.

Em 2015, 163 mil refugiados apresentaram pedido de asilo na Suécia, o equivalente a 1,3 milhão de pessoas para um país de 80 milhões de habitantes como a Alemanha, que recebeu, por sua vez, 1,1 milhão de refugiados no mesmo período.

Dos 58.800 casos tratados no ano passado, o Departamento de Migrações sueca aceitou 55%. A partir deste dado, o ministro estima 80.000 expulsões no máximo. – BRASIL EM FOLHAS COM AGÊNCIAS DE NOTÍCIAS – I3D 1177

0 Shares
You May Also Like