Chile declara alerta sanitário na Ilha de Páscoa após quatro casos de dengue

0 Shares
0
0
0
0

O governo do Chile declarou alerta sanitário nesta quinta-feira na Ilha de Páscoa, depois de detectar quatro casos de dengue autóctone em uma área que, ao contrário do Chile continental, tem presença do mosquito transmissor desta e outras doenças tropicais como chikungunya e zika.

O alerta de saúde já está assinado para poder mobilizar recursos do próprio ministério da Saúde e fazer um maior controle do vetor, o mosquito Aedes Aegypti, anunciou o vice-ministro da Saúde Pública Jaime Burrows, em coletiva de imprensa.

A decisão foi tomada depois que as autoridades de saúde confirmaram quatro casos de dengue autóctone na Ilha de Páscoa. Estes casos são quatro pessoas que foram clinicamente classificadas como fora de perigo, acrescentou.

Três membros da mesma família, entre eles dois idosos, e um outro homem morador da ilha – localizada cerca de 3.500 quilômetros do Chile continental – foram afetados pela doença vital que causa sintomas semelhantes aos da gripe, mas pode ser mortal na forma hemorrágica.

Ao contrário do Chile continental, a Ilha de Páscoa tem a circulação do vírus associada ao Aedes Aegypti e nos últimos anos tem visto vários surtos de dengue e zika.

Na semana passada, as autoridades locais anunciaram a presença de três casos importados de zika vírus no Chile continental, que segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), estaria livre em seu território de casos autóctones, assim como o Canadá e ao contrário do resto do continente americano.

Os cientistas acreditam que o zika pode ser responsável pelo aumento dos casos de microcefalia em recém-nascidos em vários países da América Latina, em particular no Brasil.
– BRASIL EM FOLHAS COM AGÊNCIAS DE NOTÍCIAS – I3D 3083

0 Shares
You May Also Like