Ex-rival na disputa republicana, moderado Christie apoia Trump

0 Shares
0
0
0
0

Ex-rival de Donald Trump na disputa pela indicação republicana à Presidência dos EUA, o governador de Nova Jersey, Chris Christie, surpreendeu ao anunciar seu apoio ao magnata. Considerado um dos nomes mais moderados numa campanha onde o conservadorismo tem predominado, ele se soma à ex-candidata a vice do país, Sarah Palin, um dos nomes mais fortes ligados à corrente do Tea Party.

— Estou orgulhoso de apoiar Donald Trump para presidente. Ele é um grande talento — ele declarou em Fort Worth, no Texas, citando a amizade de mais de uma década com o bilionário. — Garanto que ele a pessoa que Hillary e Bill Clinton não querem ver. Eles não sabem o roteiro de Trump porque ele o reescreve.

Christie desistiu da disputa no dia 10, após má performance nas primeiras prévias da disputa. Num comunicado, ele afirma que o sistema política está “quebrado e não pode ser consertado de dentro”. Ele também criticou o senador Marco Rubio, com quem teve confrontos verbais durante debates, e afirmou que o colega é “parte do establishment de Washington”.

Chamado de “líder” por Christie, o magnata agradeceu o apoio.

— Apoios significam muito pouco para mim, mas esta é minha exceção — disse Trump em uma entrevista coletiva.

No primeiro discurso com os dois juntos, Trump prometeu “acabar com o Estado Islâmico bem, bem rápido”.

O apoio ainda roubou a atenção para o pior ataque contra Trump até agora, na noite de quinta-feira em um debate transmitido pela CNN e pela Telemundo. O bilionário — que lidera a disputa de delegados, venceu em três das quatro prévias e está melhor colocado na maior imensa maioria dos 12 estados que participam da Super Terça — foi perseguido a todo momento por Marco Rubio e Ted Cruz, os dois senadores que lutam pela segunda posição na corrida republicana.

— Se ele não tivesse herdado US$ 200 milhões sabe onde estaria Donald Trump? Vendendo relógios em Manhattan — disse o senador da Flórida, que horas depois publicou em sua página um anúncio vendendo o “relógio de Trump”, com vidro quebrado, por US$ 10.

No debate de quinta-feira, que precedeu a Super Terça (quando 11 estados votam em seus representantes para as prévias), Rubio e Ted Cruz fizeram fortes ataques e acusações contra o principal candidato, chamando-o de hipócrita e focando na ausência de planos políticos detalhados para tentar fustrar o bilionário. O magnata por sua vez, foi tipicamente confiante e combativo. – BRASIL EM FOLHAS COM AGÊNCIAS DE NOTÍCIAS – I3D 4511

0 Shares
You May Also Like