Apple se opõe a ordem judicial para desbloquear iPhone de atirador de San Bernardino

0 Shares
0
0
0
0

Um juiz federal americano ordenou na última terça-feira que a Apple deve ajudar o FBI a acessar os dados do iPhone 5c que foi usado por Syed Farook, o atirador de San Bernardino.

A intenção dos investigadores é determinar o quanto Syed foi influenciado por grupos terroristas radicais islâmicos e com quem ele entrou em contato antes do ataque.

Em carta aberta, Tim Cook afirma que Apple e seus funcionários estão chocados com o ataque que aconteceu em San Bernardino mas acreditam que ordem põe em risco o direito a privacidade e liberdade que o Governo deve sempre proteger.

“Nós temos grande respeito pelos profissionais do FBI, e nós acreditamos que suas intenções são boas. Até esse ponto, nós fizemos tudo o que podemos dentro da lei para ajudá-los. O governos dos Estados Unidos nos pede agora algo que nós simplesmente não temos e que, além disso, consideramos ser muito perigoso criar. Eles nos pedem para construir um backdoor para o iPhone” afirmou o CEO da empresa.
– BRASIL EM FOLHAS COM AGÊNCIAS DE NOTÍCIAS – I3D 5858

0 Shares
You May Also Like