Dalai Lama propõe reformas educacionais para formar mentes sãs

0 Shares
0
0
0
0

9arquivo0O Dalai Lama declarou na sexta-feira ser partidário de reformas educacionais que ajudem as futuras gerações de crianças a manter as mentes sãs.

Com franqueza, nossa geração (tem) poucas esperanças, declarou, lamentando que o século XXI tenha dado até agora a impressão de ser tão sangrento e cruel quanto o XX.

Nossa esperança é a geração futura, se começamos já com a educação (…) que nos ensine a criar mentes sãs, acrescentou, à margem de um encontro em Genebra, sede do Conselho de Direitos Humanos da ONU, juntamente com outros prêmios Nobel da paz.

O Dalai Lama informou que estava participando da elaboração coletiva de um primeiro esboço de um programa de estudos mais holístico, que deverá estar pronto até o final deste ano.

A base da natureza humana é compassiva, assegurou, reforçando a importância das ações concretas para ajudar as pessoas a conservar a empatia que se sente quando se é criança.

Sou um monge budista. Minha prática diária inclui rezar, disse, acrescentando: sou cético (sobre as possibilidades) da reza para aportar paz ao mundo (…) A paz tem que vir da ação.

A China considera o Dalai Lama e seus partidários como separatistas que querem a independência. No entanto, o líder espiritual tibetano no exílio e ganhador do Nobel assegura que só pede mais autonomia.

Não estamos buscando uma separação, assegurou nesta sexta-feira, pedindo a todos os países e povos a defender uma cultura da paz. – BRASIL EM FOLHAS COM AGÊNCIAS DE NOTÍCIAS – I3D 5880

0 Shares
You May Also Like