Ministro francês pede prudência com lista de candidatos ao EI

0 Shares
0
0
0
0

O ministro francês do Interior, Bernard Cazeneuve, disse nesta sexta-feira em Washington que é preciso agir de forma muito prudente em relação à lista de combatentes do grupo jihadista Estado Islâmico (EI) obtida pela imprensa e cuja autenticidade não foi comprovada.

Seguimos muito interessados em informação que possa nos ajudar (…) a neutralizar os terroristas, mas é preciso ter cuidado sobre se esta informação é autêntica, destacou o ministro.

Meios de comunicação de Alemanha e Grã-Bretanha revelaram esta semana uma lista com os nomes de supostos candidatos a jihadistas do EI. Os documentos revelados parecem corresponder a formulários com nomes, endereços, números de telefone e outras informações pessoais.

O canal britânico Sky News informou que documentos em seu poder, entregues por um desertor do EI, incluem cerca de 22 mil nomes.

A polícia alemã (BKA) disse que a lista é muito provavelmente autêntica em relação aos nomes dos candidatos alemães, mas vários especialistas colocaram em dúvida sua veracidade, especialmente devido a erros gramaticais e formulações duvidosas.

Vamos ter isto mais claro ao final das investigações que realizam os serviços de inteligência europeus, declarou Cazeneuve, lembrando que com frequência temos acesso a informação que parece interessante e depois se revela fruto de manipulação.

Cazeneuve está em Washington para se reunir com a conselheira de Segurança Interna do presidente Barack Obama, Lisa Monaco, e com o secretário de Segurança Interna, Jeh Johnson, antes de viajar a Nova York para conversar com os chefes policiais e compartilhar experiências sobre ações das autoridades em cidades afetadas por ataques em grande escala. – BRASIL EM FOLHAS COM AGÊNCIAS DE NOTÍCIAS – I3D 5920

0 Shares
You May Also Like