ONU condena ataque no Iêmen contra mercado e pede investigação

0 Shares
0
0
0
0

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, condenou nesta quarta-feira o bombardeio da coalizão militar árabe, na terça-feira, a um mercado da província degHaja, no norte do Iêmen.

Trata-se do incidente mais mortal desde o começo do conflito e do segundo do tipo em duas semanas, destacou Ban em um comunicado, no qual pediu uma investigação rápida, eficaz, independente e imparcial do ataque.

Ele fez um novo apelo a todas as partes beligerantes a respeitar plenamente suas obrigações internacionais, inclusive os princípios de precaução e proporcionalidade.

Os ataques, que têm como alvo civis, são estritamente proibidos e constituem violações graves das leis humanitárias internacionais, lembrou Ban.

Ao menos 41 civis morreram na terça-feira em ataques aéreos da coalizão comandada pela Arábia Saudita no mercado Al James, na província de Haja, controlada pelos rebeldes, segundo serviços de emergência e uma fonte tribal. – BRASIL EM FOLHAS COM AGÊNCIAS DE NOTÍCIAS – I3D 6299

0 Shares
You May Also Like