Espanha aprovará ajuste orçamentário de US$ 2 bilhões de euros para 2016

0 Shares
0
0
0
0

O governo espanhol deve aprovar um ajuste orçamentário de 2 bilhões de euros para responder às recomendações da Comissão Europeia e corrigir o desvio do objetivo de déficit.

Na entrevista coletiva posterior ao Conselho de Ministros espanhol, a vice-presidente do Governo, Soraya Sáenz de Santamaría, garantiu que este ajuste não afetará nem gastos sociais e nem os relacionados com a Seguridade Social -sistema de saúde e pensões.

Nos últimos meses, a Comissão Europeia pediu à Espanha que tome medidas para corrigir o desvio do objetivo de déficit, que em 2015 fechou em 5% do PIB em comparação com os 4,2% comprometidos.

O ministro da Fazenda espanhol Cristóbal Montoro explicou hoje que o ajuste será aplicado a despesas vinculadas a operações do capítulo VIII dos orçamentos espanhóis, com impacto no déficit público (despesas financeiras) pela somatória de 950 milhões de euros que afetarão os Ministérios espanhóis de Economia, de Indústria e ao de Fomento.

Para o resto do importe previsto será estipulado um ajuste proporcional entre Ministérios nos itens restantes em função dos créditos iniciais.

Montoro insistiu que não serão afetadas despesas vinculadas à Seguridade Social, ao desemprego e às bolsas de estudos estudantis, como também não às transferências para Adif -operador de trens espanhol- para despesas de manutenção.

Segundo explicou, este ajuste orçamentário representa o primeiro passo para cumprir com as recomendações de Bruxelas para evitar consequências que possam agravar a situação de déficit excessivo da Espanha.

Nesta tarde começará a negociação bilateral com as regiões espanholas, da qual sairão novos planos de ajuste e planos econômico financeiros com formas viáveis de redução do déficit público. – EFE – I3D 8180

0 Shares
You May Also Like