Líder do governo na Câmara admite derrota na votação do impeachment

0 Shares
0
0
0
0

O líder da bancada governista na Câmara dos Deputados, José Guimarães (PT-CE), admitiu a derrota dos contrários ao processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff na votação no plenário da Casa, este domingo.

Os golpistas venceram aqui na Câmara, mas esta derrota provisória não significa que a guerra terminou, disse Guimarães a jornalistas, quando defensores do impeachment tinham vantagem de mais de 200 votos.

A decisão precisa ser ratificada pelo Senado para que o processo de impeachment tenha continuidade.

A moção do impeachment precisa obter o apoio de 342 deputados do total de 513 integrantes da Casa (dois terços). Às 21h30, tinha 321 votos a favor do impeachment contra 112 contrários, além de sete faltas e abstenções. Ainda devem votar 73 deputados.

Em um momento como este, temos que ter tranquilidade, humildade, falar com o país, disse Guimarães.

A luta continua nas ruas e no Senado, acrescentou.

Dilma Rousseff é acusada de manipulação das contas públicas em 2014, ano de sua reeleição, e em 2015. – BRASIL EM FOLHAS COM AGÊNCIAS DE NOTÍCIAS – I3D 8278

0 Shares
You May Also Like