Votos na Câmara favoráveis ao impeachment passam de 220

0 Shares
0
0
0
0

Do total de 342 votos necessários para que o processo que pode levar ao impeachment da presidente Dilma Rousseff passe da Câmara dos Deputados ao Senado, 224 foram a favor da cassação da governante entre os primeiros 300, contra 72 a favor do não e quatro abstenções – houve ainda uma falta.

A votação ocorre no plenário da Câmara dos Deputados, que em caso de aprovar o processo por essa maioria qualificada de dois terços das cadeiras, enviará o trâmite ao Senado, que terá a última palavra sobre a abertura de um julgamento político de Dilma.

Segundo as previsões da própria Câmara, a votação deve durar no total cinco horas, já que o processo é nominal, e cada um dos 513 deputados é chamado ao microfone, por ordem geográfica.

Antes da votação, discursaram os chefes dos 27 partidos representados na Câmara, e, em sua maioria, embora tivessem marcado posição, liberaram seus parlamentares para votar de acordo com suas próprias convicções.

Desses 27 partidos, somente sete se manifestaram a favor da permanência de Dilma e anunciaram seu voto contra um eventual julgamento político. Os demais expressaram apoio ao impeachment. – EFE – I3D 8290

0 Shares
You May Also Like