Hurso encerra campanha Maio Amarelo

0 Shares
0
0
0
0

A Comissão de Humanização do Hospital de Urgências da Região Sudoeste (Hurso), em Santa Helena de Goiás, promoveu a campanha Maio Amarelo ao longo de todo o mês de maio. No primeiro trimestre de 2016, o Hurso registrou uma média de 85 pacientes internados devido a acidentes de trânsito. Essa é uma das razões de a unidade frequentemente realizar ações para alertar e orientar a sociedade, usuários e colaboradores quanto aos cuidados e prevenção de acidentes de trânsito. A fachada interna do Hurso recebeu iluminação na cor amarela e um arco de balões da mesma cor foi colocado na porta da recepção.

Além disso, as mesas de acesso foram enfeitadas com móbiles com frases de impacto sobre a campanha Maio Amarelo. Neste ano, a campanha nacional proposta pelo Departamento Estadual de Trânsito (Detran) e parceiros como a Secretaria de Estado da Saúde, teve como objetivo chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortos e feridos no trânsito em todo o mundo.

A intenção foi colocar em pauta o tema segurança viária e mobilizar a sociedade, envolvendo os mais diversos segmentos, para efetivamente discutir o tema, engajar-se em ações e propagar o conhecimento, abordando toda a amplitude que a questão do trânsito exige. O Hurso convidou a Polícia Militar e o Batalhão do Corpo de Bombeiros para realizar a blitz do projeto “Viajando com Segurança”, no centro de Santa Helena de Goiás, na véspera do feriado de Corpus Christi. Os motoristas foram abordados com folderes de orientação sobre os cuidados para um trânsito seguro.

Além disso, nesta segunda-feira, dia 30, foi promovida uma ação em conjunto com a Agência Municipal de Mobilidade e Trânsito de Rio Verde. Os motoristas foram orientados sobre a necessidade de refletir sobre como alcançar um trânsito mais seguro. Foram distribuídos mil folders aos motoristas de Santa Helena de Goiás e Rio Verde. A voluntária e terapeuta ocupacional, Adriely Vaz, destacou a importância da educação no trânsito para causar quedas significativas e eficientes nos índices de acidentes e vítimas do trânsito. “Só a mudança do comportamento individual dos motoristas pode gerar resultados positivos”, resumiu ela. – BRASIL EM FOLHAS COM AGÊNCIAS DE NOTÍCIAS – I3D 11015

0 Shares
You May Also Like