Aparecida poderá ter Hospital do Câncer

0 Shares
0
0
0
0

O prefeito Maguito Vilela recebeu na manhã desta quarta-feira (08) o presidente da Associação para Cuidado de Câncer no Entorno de Goiânia (ACCEG), Wagner Miranda, e demais representantes que vieram apresentar projeto de construção do Hospital do Câncer em Aparecida de Goiânia e de parceria com o município no tratamento para pacientes com alta complexidade da doença. “Esta é uma preocupação de todos. Trata-se de uma doença que tem feito muitas pessoas sofrerem. Há uma enorme demanda no municpípio e precisamos muito de uma instituição que atenda a essas pessoas” – destacou o prefeito.

Wagner Miranda contou ao prefeito sobre os projetos que estão sendo implantados no estado. “A implantação do Hospital do Câncer em Inhumas está em fase bastante avançada e será de grande importância para a região. A abertura deste diálogo aqui em Aparecida de Goiânia é de grande importância. A ideia é oferecer um serviço humanizado, sem custos para os usuários e seus familiares. A construção deste hospital aqui beneficiará não somente Aparecida, mas toda a região metropolitana e o Estado de Goiás” – explica.

“Há uma ideia sendo desenvolvida para atender essa demanda, voltada principalmente para o atendimento de crianças vítimas de câncer no município, a Casa de Apoio São Luiz. Trata-se de uma iniciativa da família do cantor Leandro e a cidade tem um forte vínculo com a familiares do artista. Estamos inclusive ampliando as ações realizadas em parceria com a instiuição. Já existe uma inicitiva para levantar fundos, no meio artístico, que já participa ativimamente, como o próprio Leonardo, a dupla Bruno e Marrone e muitos outros artistas goianos que estão envolvidos nesta causa. Além disso também estamos tratando sobre o tema com o Ministério da Saúde. Mas é claro que se trata de uma proposta que interessa ao município” – pontuou o prefeito.

A Casa de Apoio São Luiz é uma instituição filantrópica que tem por objetivo dar apoio e suporte aos portadores de câncer durante o processo de tratamento e recuperação. Desde 1999 oferece atendimento às vítimas da doença e suporte aos familiares. A ideia surgiu após o falecimento do cantor Leandro, vitimado pelo câncer. A instituição é gerida pela mãe dos cantores, Dona Carmem, que participa do projeto com afinco. O prefeito Maguito Vilela prometeu repassar a proposta para análise de equipe técnica. A reunião contou com a participação dos secretários Euler Morais (Governo e Integração Institucional) e Jórios Rios (Administração). – BRASIL EM FOLHAS COM AGÊNCIAS DE NOTÍCIAS – I3D 11481

0 Shares
You May Also Like