GM contrata 1.000 engenheiros no Canadá para desenvolver carros autônomos

0 Shares
0
0
0
0

O maior fabricante de automóveis americano, a General Motors (GM), anunciou na sexta-feira que contratará 1.000 engenheiros em um novo laboratório especializado no desenvolvimento de carros autônomos no Canadá.

As contratações acontecerão no decorrer dos próximos anos e contribuirão para a construção de um novo laboratório nos arredores de Toronto, indicou a GM em um comunicado.

A filial canadense da GM se especializará em programas informáticos para veículos autônomos, em segurança ativa, em infotainment (informação e entretenimento) e em tecnologias do futuro, explicou a empresa.

Elegemos o Canadá para esta expansão pelas suas capacidades de inovação, pelos seus reconhecidos talentos, sua sólida rede universitária, suas startups e seus fornecedores inovadores, disse Mark Reuss, vice-presidente da GM.

Com este novo laboratório, a GM Canadá desempenhará um papel importante no nossos desenvolvimento em direção aos carros conectados, autônomos, compartilhados e elétricos, ressaltou Reuss.

O anúncio sobre este investimento foi feito ao lado do primeiro-ministro canadense, Justin Trudeau, que destacou os postos de trabalho bem remunerados que serão criados.

A decisão, disse Trudeau, foi tomada após conversas que teve durante este inverno boreal com Mary Barra, presidente-executiva da GM, no Fórum econômico mundial de Davos.

Estas 1.000 contratações representam o maior investimento no setor automotivo canadense desde 2005, segundo o presidente da associação de fabricantes de autopeças, Flavio Volpe.

Além disso, a GM planeja desembolsar 10 milhões de dólares no seu centro de testes em climas frios de Kapuskasing, no norte da província de Ontário, disse Volpe.

A patronal da GM se pronunciou na terça-feira, após a assembleia geral de acionistas construtores em Detroit, a favor de manter o volante e os pedais nos futuros carros sem motorista, considerando sua importância para a segurança.

As autoridades americanas trabalham atualmente nas normas regulatórias para os veículos autônomos, cujo desenvolvimento tem se acelerado, impulsado por fabricantes de automóveis e por importantes empresas tecnológicas como Google e Apple. – BRASIL EM FOLHAS COM AGÊNCIAS DE NOTÍCIAS – I3D 11787

0 Shares
You May Also Like