Inmet antecipa dados meteorológicos para cidades no roteiro da tocha olímpica

0 Shares
0
0
0
0

Um grupo de trabalho formado por representantes de órgãos públicos da área de meteorologia fornece, desde maio, informações antecipadas sobre o tempo nas cidades por onde passa a tocha olímpica. O serviço cumpre requisito do Comitê Olímpico Internacional (COI) e terá continuidade durante os Jogos Olímpicos e Paralímpicos, a partir de agosto, no Rio de Janeiro.

Segundo o presidente da Autoridade Pública Olímpica (APO), Marcelo Pedroso, tais informações serão de grande valia, principalmente para competições que têm forte influência de condições climáticas externas, “como iatismo, maratona aquática, triatlo e competições de rua de maneira geral”.

Coordenado pela APO, o trabalho envolve instituições dos três níveis de governo, entre as quais o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), a Marinha e o Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos, no âmbito federal, e o Instituto Estadual do Ambiente e a Secretaria Municipal do Meio Ambiente, no estadual.

O fornecimento de informações aos planejadores do roteiro da tocha olímpica é o primeiro teste do grupo, O teste começou no dia 1º de maio e vai até 4 de agosto, e inclui informações sobre o tempo nas 333 cidades incluídas no roteiro da tocha. Com antecedência de dois dias, o Inmet fornece aos planejadores do circuito as informações meteorológicas necessárias, por exemplo, como estará o tempo quando a tocha passar por alguma localidade. Isso permite alterar o planejamento em tempo hábil, caso seja necessário, disse Pedroso.

O serviço vai continuar durante os Jogos Olímpicos e Paralímpicos cobrindo o município do Rio de Janeiro e as cinco cidades onde serão dlsputadas partidas de futebol: São Paulo, Belo Horizonte, Salvador, Manaus e Brasília.

Embora seja inédito no Brasil, o fornecimento de dados meteorológicos é um requisito do COI em toda Olimpíada e Paralimpíada, disse Pedroso. “Os países-sede têm de fornecer essas informações primárias de dados meteorológicos para que as federações, atletas e todos os envolvidos possam se preparar para as condições que vão enfrentar no dia das competições.” – BRASIL EM FOLHAS COM AGÊNCIAS DE NOTÍCIAS – I3D 11426

0 Shares
You May Also Like