Aos prantos, Iris diz que não será candidato e pede compreensão

Redação Redação

Nem mesmo o clamor da militância do PMDB fez com que o ex-governador Iris Rezende voltasse atrás em sua recém-anunciada aposentadoria política.

Dezenas de pessoas se reuniram, na tarde desta sexta-feira (15/7), no escritório político do decano, no Setor Marista, para pedir que ele voltasse atrás em sua decisão e disputasse a Prefeitura de Goiânia.

Aos prantos, no entanto, Iris foi obrigado a reiterar a posição e pedir compreensão à militância. Em pronunciamento, em um palco montado no local, o líder político pediu reconhecimento para as novas lideranças do PMDB e afirmou não ter dúvidas de que o partido segue em boas mãos. (Veja abaixo trecho do discurso do peemedebista)

Agora, o PMDB tem a difícil tarefa de encontrar um nome capaz de disputar as eleições no lugar do líder partidário. Até agora, os preferidos são o vice-prefeito Agenor Mariano e os deputados estaduais José Nelto e Bruno Peixoto.

– BRASIL EM FOLHAS COM AGÊNCIAS DE NOTÍCIAS – I3D 13630

A BRASIL EM FOLHAS utiliza cookies e tecnologias semelhantes, como explicado em nossa Política de Privacidade, para recomendar conteúdo e publicidade. Ao navegar por nosso conteúdo, o usuário aceita tais condições. Aceitar Consulte mais informação

Política de Privacidade e Cookies