Fica atinge maioridade focado no cinema de preservação ambiental

0 Shares
0
0
0
0

O governador Marconi Perillo lançou nesta terça-feira, dia 26, nos jardins do Palácio Conde dos Arcos, na cidade de Goiás, o 18º Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental (Fica), que ocorrerá na cidade de 16 a 21 de agosto. Ele relembrou quando o Governo de Goiás realizou a primeira edição do festival, que desde o ano passado tem voltado mais ao seu propósito original que é discutir temas ambientais importantes para o mundo através do cinema.

“É sempre motivo de muita emoção fazer a pré-estreia do Fica aqui em Goiás. Sempre me lembro quando eu era recém chegado ao Governo do Estado, em 1999, e realizamos o Fica. O festival se aprimorou e hoje debate temas importantes para o mundo atual, focado no cinema,” afirmou.

Neste ano, 356 filmes se inscreveram para a Mostra Competitiva do Festival. Foram selecionadas 22 produções: 12 estrangeiros e dez nacionais — quatro goianas. São filmes da França, Áustria, Alemanha, Bélgica, Índia, Irã e México; de estados como Maranhão, Paraná, Pernambuco, Ceará e São Paulo. Contará ainda com 12 curtas de animação.

O Fica tem a maior premiação entre todos os festivais da América Latina, no valor de R$ 240 mil. “O Festival é um marco da cultura do nosso Estado que adquiriu solidez e independência”, enalteceu o governador. Ele pediu à secretária Raquel Teixeira (Seduce) que retorne o calendário do Fica para o mês de junho como é a tradição do festival.

O tema do Fica 2016 é o Cerrado. Raquel afirmou que essa edição será um marco na discussão que busca o equilíbrio entre a produção de alimentos e sustentabilidade ambiental. “O Cerrado é a grande Goias Velho Lançamento do FICA fotos Eduardo Ferreirafronteira de produção de alimentos do mundo. Precisamos debater esse tema. Como o Cerrado pode ser um dos grandes produtores, mas sem haver desmatamento”, disse.

Programação
Neste ano o Fica vai ter mesas redondas e oficinas para tratar dos temas ambientais. Também serão ministrados minicursos para discutir cinema documentário. Os jovens terão uma participação especial. Oficinas de cinema serão levadas às escolas e as inscrições para participar já estão abertas.

Shows de artistas locais vão ocorrer em horários que não vai atrapalhar a programação de cinema. No domingo, dia 21 de agosto, a Orquestra Filarmônica de Goiás vai encerrar a 18ª edição do Festival. O tradicional cartaz do festival foi criado pelo artista plástico Rodrigo Godá. – BRASIL EM FOLHAS COM AGÊNCIAS DE NOTÍCIAS – I3D 14316

0 Shares
You May Also Like