Justiça decreta prisão de acusado de matar mulher na frente da filha, no Rio

Redação Redação

A Justiça do Rio de Janeiro decretou a prisão temporária de Rojelson Santos Baptista, acusado de matar Christiane de Souza Andrade a facadas na última quinta-feira (14), na frente da filha dela, de 7 anos de idade. A decisão foi tomada pela juíza Maria Izabel Pena Pieranti ontem (17), durante o plantão judicial.

De acordo com o relatório apresentado pela polícia à Justiça, Rojelson foi reconhecido pela filha da vítima como o autor do crime. Segundo a polícia, ele teria confessado o assassinato e contado que mantinha relação amorosa com Christiane. O crime teria sido resultado de um descontrole de Rojelson depois de uma discussão sobre o fim do relacionamento dos dois.

Com o mandado de prisão, a polícia poderá manter Rojelson preso por 30 dias. A juíza Maria Izabel considerou que os depoimentos colhidos e os indícios da autoria do homicídio são suficientes para a medida, e que o acusado representa risco às testemunhas e à ordem pública. Agora, o Ministério Público deverá apresentar a denúncia à Justiça para a abertura do processo criminal, após as investigações. – BRASIL EM FOLHAS COM AGÊNCIAS DE NOTÍCIAS – I3D 13803

A BRASIL EM FOLHAS utiliza cookies e tecnologias semelhantes, como explicado em nossa Política de Privacidade, para recomendar conteúdo e publicidade. Ao navegar por nosso conteúdo, o usuário aceita tais condições. Aceitar Consulte mais informação

Política de Privacidade e Cookies