Santander Corretora corta recomendação de ação, mas eleva seu preço-alvo; aposta de valor

0 Shares
0
0
0
0

SÃO PAULO – A Santander Corretora elaborou relatório em que corta sua recomendação para os papéis da Smiles (SMLE3) de compra para manutenção. No entanto, a instituição financeira elevou seu preço-alvo para o papel, que agora está em R$ 54,00, o que totaliza um potencial de valorização de 15,38% em relação ao fechamento do dia 15 de julho de 2016.

“Rebaixamos a Smiles com base no valuation, depois do forte desempenho da ação no acumulado do ano, com alta de 50%. Em nossa opinião, a empresa está deixando a era de alto crescimento e agora está se transformando em uma aposta em valor”, comenta a instituição financeira.

Os analistas afirmam que essa alta é, em parte, explicada por uma visão mais favorável sobre o Brasil, o que permite a expansão de múltiplos, mas também por ventos favoráveis no setor de companhias aéreas, com forte recuperação da Gol.

“Observamos que não houve mudanças relevantes nos números operacionais e estimativas para a Smiles, que poderiam justificar esse forte desempenho da ação – todos os fatores positivos vieram de fora”, escreve ainda a equipe de análise da Santander Corretora.

A projeção de crescimento do lucro líquido da Smiles para 2017 e 2018 é de cerca de 5%. Os analistas apontam que o momento é de dizer adeus para a era de alto crescimento de 2014, 2015 e 2016, quando o LPA (Lucro por Ação) do papel cresceu 31% em média. – BRASIL EM FOLHAS COM AGÊNCIAS DE NOTÍCIAS – I3D 13727

0 Shares
You May Also Like