Tradição emociona jovens e mais experientes

0 Shares
0
0
0
0

Considerado por muitos católicos, um dos pontos mais altos da Romaria do Divino Pai Eterno, o tradicional desfile de carreiros lotou o Carreiródromo de Trindade, na Região Metropolitana de Goiânia (RMG) e despertou fortes emoções tanto nos visitantes de primeira viagem, quantos nos que já conhecem a festa há vários anos e também nos carreiros experientes. O espaço ficou lotado para ver a apresentação dos romeiros que viajam semanas até a cidade.
Muitos carregam a família e passam dias na estrada ao som inconfundível do carro de boi. Na bagagem, além de muita fé, eles carregam comida, roupas e bebidas. O anúncio de um pouquinho da história de cada um pelo locutor do Carreiródromo, ao dizer o nome, local de onde veio e há quanto tempo participa da festa foi o suficiente para emocionar o carreiro, José Pedro Nascimento, 68. Ele é agricultor em Anicuns e não conteve as lágrimas. “São 70 anos de tradição na minha família. Eu me emociono toda vez que chego aqui nesse desfile”, disse com a voz carregada.
A paixão pelos carros de boi não vai desaparecer, nem mesmo diminuir. Pelo menos se depender da vontade de pessoas como Madalena Fernandes da Silva, 17. Ela participa há três anos da condução dos animais. “Eu gosto dessa tradição, pretendo participar outros anos. Eu vim de Damolândia e foi uma semana de viagem”, conta. Madalena acompanhava o amigo, Edmilson Morinho Machado, 31, que estreiava no Carreiródromo, mas promete participar outras vezes. “Muito bom estar aqui. Com fé em Deus, se o Divino Pai Eterno ajudar eu quero vir todo ano”, afirma o homem que reside na zona rural de Trindade.

Experiência
Quase mil quilômetros. Esta é a distância que a enfermeira aposentada, Elza Baria Bucci, 53, percorreu de carro entre Betim (MG) e Trindade para acompanhar a romaria. “A gente chega a arrepiar de tão lindo que está sendo a viagem. Desde a hora que nós entramos na cidade ontem (na quarta-feira) à tarde foi tudo muito lindo. Eu não esperava que fosse tão bonito assim”, diz. A amiga de Elza, Maria Dalva dos Santos Soares, 52, que é técnica em enfermagem aposentada acompanhava tudo debaixo da luz do sol e em pé. “Tudo é bonito, tudo impressiona, é tudo muito lindo e muito emocionante pra mim”, ressalta a senhora que veio de Itapemirim (ES).
De acordo com a organização da romaria, 550 mil pessoas já passaram pela Capital da Fé este ano. O número é 5% maior que o de 2015. A Rodovia dos Romeiros tinha grande movimentação de pessoas na manhã de ontem, mesmo às 11 horas, quando a temperatura já havia subido consideravelmente. O número de fiéis deve continuar aumentando porque a expectativa é que 2,5 milhões de pessoas visitem Trindade até o final da romaria. A romaria termina no domingo (4). – BRASIL EM FOLHAS COM AGÊNCIAS DE NOTÍCIAS – I3D 12767

0 Shares
You May Also Like