Vencimento de opções movimenta R$ 2,59 bilhões com destaque para Petrobras

0 Shares
0
0
0
0

SÃO PAULO – Segundo a BM&FBovespa, o exercício das opções sobre ações movimentou R$ 2,59 bilhões nesta segunda-feira (18). Deste total, R$ 2,43 bilhões vieram do exercício de opções de compra e os R$ 166 milhões restantes vieram de opções de venda.

Entre as cinco opções mais movimentadas, destaque para as ações da Petrobras (PETR4), com as duas primeiras colocações. A opção de compra de PETR4 a R$ 10,00 movimentou R$ 130,56 milhões, enquanto o contrato de compra das ações a R$ 11,00 teve volume de R$ 104,65 milhões.

O terceiro contrato mais movimentado foi o de compra de Itaú Unibanco (ITUB4) a R$ 31,26, com volume de R$ 84,26 milhões. Em seguida aparece a Cielo (CIEL3) a R$ 33,81, com o contrato de compra movimentando R$ 77,63 milhões. Completa a lista as opções de compra de Vale PN (VALE5) a R$ 13,23, com volume de R$ 70,05 milhões.

O que é uma opção? A opção é um derivativo negociado na Bolsa de Valores. E como qualquer derivativo, seu preço deriva da oscilação do ativo ao qual ela se lastreia – no caso de uma opção de ação, o contrato varia de acordo com as oscilações desta ação na Bovespa. Quem compra uma opção está adquirindo o direito de comprar ou vender alguma ação; já quem vende a opção tem a obrigação de atender a exigência daquele que comprou o contrato.

Existem dois tipos de opções: de compra (call) e de venda (put). Quando um investidor compra uma call, ele está adquirindo o direito de comprar uma determinada ação a um preço já estabelecido (que é preço de exercício, ou strike) até um dia de vencimento já firmado. Para o investidor que compra uma put, ele está adquirindo o direito de vender uma ação até um dia determinado a um valor já estabelecido. – BRASIL EM FOLHAS COM AGÊNCIAS DE NOTÍCIAS – I3D 13709

0 Shares
You May Also Like