Acordo entre PSDB e PMDB em Goiânia só depende de Iris, afirma tucano

Redação Redação

Um secretário do governador Marconi Perillo (PSDB) confirmou na manhã desta quinta-feira (4/8), que as negociações para o relançamento da campanha de Iris Rezende (PMDB) a prefeito de Goiânia estão adiantadas. A proposta é que, como candidato, ele tenha apoio do PSDB goiano.

“A negociação está caminhando bem. Estamos otimistas quanto a um desfecho favorável”, informou à reportagem um líder tucano próximo ao governador. “Por parte da base, não há nenhum veto. Agora só depende do Iris”, completou.

Pela proposta, o vice de Iris seria Giuseppe Vecci, que anunciou desistência da própria candidatura na quarta-feira (3). A segunda opção seria um vereador tucano.

Segundo o secretário, a aliança entre PSDB e PMDB em Goiás poderia ter sido estabelecida há 10 anos, mas sempre esbarrou em resistências de partidários. As tentativas aconteceram em 2006, 2010, 2014 e agora voltam a todo vapor. Com o recente aval do próprio presidente, Michel Temer (PMDB), é possível que seja confirmada.

Olvanir Andrade seria o responsável por comandar as negociações envolvendo Iris. Uma reunião ainda nesta quinta-feira (4) deve bater o martelo quanto a possível aliança. Pelo calendário eleitoral, os partidos têm até sexta-feira (5) para oficializar candidaturas. – BRASIL EM FOLHAS COM AGÊNCIAS DE NOTÍCIAS – I3D 15300

A BRASIL EM FOLHAS utiliza cookies e tecnologias semelhantes, como explicado em nossa Política de Privacidade, para recomendar conteúdo e publicidade. Ao navegar por nosso conteúdo, o usuário aceita tais condições. Aceitar Consulte mais informação

Política de Privacidade e Cookies