MP e Sefaz realizam operação na área de medicamentos

0 Shares
0
0
0
0

Equipes das Delegacias Regionais de Fiscalização de Goiânia e Itumbiara e da Inteligência Fiscal, da Secretaria da Fazenda, participam nesta terça-feira, dia 9, de operação com o Grupo de Atuação Especial no Combate à Corrupção (Gaeco) e o Centro de Inteligência do Ministério Público do Estado de Goiás (MP-GO). A operação Placebo Fiscal tem o apoio da Polícia Militar e busca o cumprimento de quatro mandados de prisão temporária, 10 mandados de condução coercitiva e 15 mandados de busca e apreensão. Três já tinham sido presos até as 9 horas.

A operação tem o objetivo de desarticular uma associação criminosa de empresários que pratica diversos crimes fiscais, envolvendo o comércio de medicamentos. Durante a investigação foi apurado que empresas do ramo de venda atacadista e varejista de medicamentos valiam-se de empresas de fachada, de laranjas e de testas de ferro para a sonegação de impostos.

Medicamentos eram vendidos em grande escala, inclusive para farmácias estabelecidas em São Paulo, e a carga fiscal ficava em nome dessas empresas de fachada. O gerente da Inteligência Fiscal, Fábio Yudi, diz que a participação do fisco tem por objetivo “coletar mais provas de fraudes tributárias”. Ele disse ainda que o grupo investigado “vendia mercadoria roubada em Goiás”. O delegado fiscal de Goiânia, Fernando Bittencourt diz que a ação focou “farmácias e distribuidoras na capital e interior, sendo que a operação atingiu 20 alvos”. – BRASIL EM FOLHAS COM AGÊNCIAS DE NOTÍCIAS – I3D 15647

0 Shares
You May Also Like