Orçamento de 2017 garante recursos ao Goiás Mais Competitivo

Redação Redação

Os programas pactuados no Goiás Mais Competitivo terão recursos garantidos na Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2017, a ser enviada a Assembleia Legislativa, e ganharão um selo de prioridade e de visibilidade. O anúncio foi nesta terça-feira, dia 2, pelo governador Marconi Perillo, durante reunião de Governança do Programa Goiás Mais Competitivo, na Sala de Situações do Palácio Pedro Ludovico Teixeira, em Goiânia, e reuniu todos os secretários de Estado e presidentes das empresas, agências e autarquias.

“Queremos todas as prioridades correspondentes ao Goiás Mais Competitivo na LOA. Tudo o que for estabelecido para o programa deve estar compactuado com o orçamento. A prioridade é alinhar este programa de governo ao nosso planejamento”, destacou Marconi. O governador considerou positivos os avanços do programa, registrados até o momento, sob o comando do secretário Joaquim Mesquita, de Gestão e Planejamento, e reafirmou as metas para a gestão até 2018. Também pediu aos auxiliares diretos mais esforços para vencerem os obstáculos visando a melhoria da gestão pública, desenvolvimento da competitividade e de tornar Goiás um dos estados mais competitivos do País.

O Goiás Mais Competitivo busca implementar uma agenda estratégica de atuação governamental no curto e longo prazo, pautada em indicadores de gestão que auxiliam o Estado na melhoria da qualidade de vida, ampliação da competitividade econômica e eficiência da gestão pública.

Cronograma
De acordo com cronograma apresentado pelo secretário de Gestão e Planejamento de Goiás, Joaquim Mesquita, o Goiás Mais Competitivo tem 16 programas divididos em 55 projetos. As reuniões mensais têm como objetivo ajustar a execução dos projetos com as secretarias. Na reunião, os titulares das secretarias de Gestão e Planejamento; da Educação, Cultura e Esportes e da Emater assinaram o Caderno de Entregas e Resultados, pactuando suas respectivas metas no GMC.

Joaquim Mesquita garante que a Segplan já está trabalhando para cumprir as próprias metas dentro do Goiás Mais Competitivo. Disse que os três eixos do Vapt Vupt já estão em andamento: padronização dos portais, interoperabilidade com os usuários através de plataformas virtuais e o aumento da proporção de atendimento. Propôs também que seja criado um comitê gestor de tecnologia da informação (TI) no governo, para avançar na governança no setor.

Na reunião de Governança do Programa Goiás Mais Competitivo, liderada pelo governador Marconi Perillo e pelo secretário Joaquim Mesquita, os secretários de Estado e presidentes de órgãos e empresas públicas tiveram a oportunidade de mostrar os avanços de gestão em suas áreas e expor os trabalhos para atingirem as metas estipuladas.

Metas
O monitoramento dos projetos do Goiás Mais Competitivo, realizado por executivos públicos da Segplan, demonstra que algumas metas traçadas desde o início foram, inclusive, superadas. São os casos da manutenção de rodovias pavimentadas que já atingiu 9.335 km, a metade da malha rodoviária do Estado, a redução da taxa de homicídios que caiu de 250, registrados em janeiro, para 173 em julho. Também foram entregues 2.731 moradias pela Agehab e 43.459 ligações de rede de esgoto. – BRASIL EM FOLHAS COM AGÊNCIAS DE NOTÍCIAS – I3D 15069

A BRASIL EM FOLHAS utiliza cookies e tecnologias semelhantes, como explicado em nossa Política de Privacidade, para recomendar conteúdo e publicidade. Ao navegar por nosso conteúdo, o usuário aceita tais condições. Aceitar Consulte mais informação

Política de Privacidade e Cookies