Alfabetização é prioridade nas escolas em Goiás

0 Shares
0
0
0
0

Dados da Secretaria de Estado de Educação, Cultura e Esporte (Seduce), apontam um crescimento anual no índice de alfabetização. Em 2015, 98% das crianças entre seis e oito anos foram alfabetizadas em todo o Estado. Em 2014, o índice de alfabetização estava na marca de 96,4% dos alunos no ciclo de alfabetização. De acordo com a superintendente de Ensino Fundamental da Seduce, Márcia Antunes, para acabar com o analfabetismo é necessário um trabalho focado na orientação e no acompanhamento sistemático e individual das crianças que não conseguem acompanhar o crescimento de sua turma.
Para a superintendente, os índices de alfabetização ainda não superaram a marca de 100% devido às particularidades, o que inclui a chegada tardia de alunos nas escolas. “Algumas aparecem na escola apenas no terceiro ano do ensino fundamental, as dificuldades especificas do aluno fazem com que ele se desenvolva no tempo dele”. Conforme Márcia, a expectativa é que o número tenha crescimento no final deste ano, em proporção semelhante aos anos anteriores.“O nosso intuito é que todos cheguem nessa meta. Na proporção de crescimento dentro da linha que já seguimos”, afirma.
Ao concordar, a professora do ensino fundamental, Juliane Moura de Oliveira, disse que as crianças do ensino básico não vão a escola, apenas por irem. “É preocupante o trabalho que temos com elas. Como professores temos que desenvolver em cada aluno a capacidade de letrar. Isso significa desenvolver a leitura do mundo, com base na escolha e conhecimento de cada um deles”, explica. Para a professora, desenvolver a habilidade de cada aluno, com base no conhecimento prévio adquirido até os seis anos deve ser um dos itens valorizados na escola. – BRASIL EM FOLHAS COM AGÊNCIAS DE NOTÍCIAS – I3D 21657

0 Shares
You May Also Like