Desafios da Segurança Pública são debatidos

0 Shares
0
0
0
0

Desafios da Segurança Pública em Goiás – esse foi o tema de uma palestra ministrada pelo vice-governador e secretário de Segurança Pública e Administração Penitenciária, José Eliton, durante o quarto Encontro Estadual das Associações Comerciais e Industriais, realizado no Papillon Hotel, em Goiânia.

“Trabalhamos para o fortalecimento do ambiente de segurança, que é um dos pilares para a construção de uma economia forte”, destacou o titular da SSPAP, ao lembrar, ainda, das ações realizadas pelas entidades no desenvolvimento e crescimento do Estado.

“O círculo (de demandas e problemas relativos à área de segurança pública) é perverso e pernicioso que afeta não só a integridade das famílias com sua paz social, mas o processo de desenvolvimento econômico de um Estado”, disse José Eliton nesta terça-feira, dia 22, ao citar que é preciso estabelecer mudanças de paradigmas e de procedimentos no enfrentamento às diversas modalidades de crimes cometidos.

“Justamente nesse cenário que estamos a trabalhar uma construção de uma política de segurança que possa mitigar esse problema”, disse o vice-governador. E acrescentou, também, que Segurança Pública é baseada em três eixos: operacional tático, ação política de discussão da estrutura jurídica nacional e participação da sociedade. O Pacto Integrador de Segurança Pública Interestadual também foi abordado pelo secretário como iniciativa para prevenção e resolução de crimes.

Ao falar das medidas adotadas pelo Estado para garantir mais segurança à sociedade, José Eliton lembrou que, em 2015, o Governo de Goiás investiu 12,55% do orçamento em segurança pública. Esse percentual corresponde a cerca de R$ 2 bilhões. Eliton sugeriu às associações algumas ações de parceria entre os comerciantes, empresários, municípios e segurança. O botão de pânico instalado nos comércios foi um dos exemplos citados.

Outro ponto defendido por Eliton é uma maior participação do governo federal na garantia da ordem e paz social, em conjunto com ações dos estados e municípios. Ele destacou, por exemplo, a necessidade da reestruturação do sistema penitenciário brasileiro, bem como a criação do ministério da segurança, além de outros temas, como o regime de progressão de pena. “Saímos de uma década de cultura do desencarceramento”, lamentou.

Voz da população
Ao final da conferência, o titular da SSPAP ouviu as demandas de diversos presidentes de associações comerciais e de representantes dos municípios. Sobre as propostas e sugestões, José Eliton ressaltou a importância do diálogo permanente da sociedade na construção de políticas de segurança que atenda às necessidades da população.eliton palestra 1

Reafirmou, ainda, que serão realizadas audiências do Pacto Social Goiás Pela Vida em 21 municípios goianos. “Essas cidades correspondem a cerca de 89% dos crimes cometidos atualmente no Estado”, disse ao citar Itumbiara, um desses municípios, visitado nesta manhã pelo titular da SSPAP. – BRASIL EM FOLHAS COM AGÊNCIAS DE NOTÍCIAS – I3D 21654

0 Shares
You May Also Like