Mutirão de Negociação Fiscal espera arrecadar R$ 500 milhões em Goiás

Redação Redação

Começou nesta segunda-feira (28/11) o Mutirão de Negociação Fiscal do Estado, realizado pela Secretaria da Fazenda de Goiás (Sefaz) em parceria com o Tribunal de Justiça (TJ-GO). Realizado na agência do Vapt-Vupt do shopping Passeio das Águas, o Mutirão vai até o dia 9 de dezembro e funciona de segunda a sábado, das 8h às 18h.

A secretária da fazenda, Ana Carla Abrão, participou da abertura do Mutirão e falou sobre a expectativa das negociações. “Acreditamos que 60 mil pessoas sejam atendidas durante os dez dias de Mutirão. Nessas duas semanas, o Estado espera arrecadar para o tesouro estadual R$100 milhões à vista e outros R$400 milhões à prazo”, disse a secretária.

Poderão ser renegociadas dívidas de Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) e Imposto sobre Transmissão Causa Mortis e Doação (ITCD) contraídas até o dia 30 de junho de 2016. Os débitos de Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) até 2015 também podem ser negociados.

Para Ana Carla Abrão, a crise econômica no país agravou o índice de endividamento da população. “Muitas pessoas perderam seus empregos ou passaram a ganhar menos, por isso deixaram de pagar impostos. Vamos renegociar dívidas antigas e também recentes, nosso objetivo é facilitar o acordo entre o Estado e o contribuinte”, destacou.

Os descontos chegam a até 98% nas multas para pagamento à vista e de 50% de desconto nos juros. O contribuinte vai ter ainda a opção de parcelar a renegociação em até 60 vezes. O Mutirão acontece na capital e em outras 11 Delegacias Regionais de Fiscalização (DRFs) espalhadas pelo interior do Estado. – BRASIL EM FOLHAS COM AGÊNCIAS DE NOTÍCIAS – I3D 21893

A BRASIL EM FOLHAS utiliza cookies e tecnologias semelhantes, como explicado em nossa Política de Privacidade, para recomendar conteúdo e publicidade. Ao navegar por nosso conteúdo, o usuário aceita tais condições. Aceitar Consulte mais informação

Política de Privacidade e Cookies