Reformas no Huana garantem qualidade no atendimento

0 Shares
0
0
0
0

O Hospital de Urgências de Anápolis Dr. Henrique Santillo (Huana) está passando por uma reforma em todo o telhado para manter a qualidade da infraestrutura e garantir a segurança nos atendimentos. Serão reformados 4.436,15 m² de telhado em sete diferentes blocos do Huana e áreas adjacentes. O projeto inclui a reforma do telhado, limpeza, desobstrução e confecção de calhas e rugos, reforma e impermeabilização das platibandas e lajes térmicas.

Segundo o supervisor de Apoio Operacional, Alexandre Domingues, essa reforma, apesar de não ter visibilidade ao público, tem grande importância, pois permitirá continuar garantindo todo o atendimento de qualidade que é feito dentro do Hospital e principalmente, prevenindo possíveis transtornos. Os engenheiros civis, Rayckaff Pedro e Pedro Augusto, fiscais do contrato, ressaltam que reforma não prejudicará o atendimento do hospital. O prazo de execução previsto para a reforma é de 60 dias.

Melhorias
Além desta reforma, foi realizada a primeira etapa da troca de parte da iluminação dos corredores de lâmpadas fluorescentes para lâmpadas de LED, que oferecem vantagens principalmente em termos de durabilidade, sustentabilidade ambiental e pode chegar a até 70% de economia. Também será realizada uma melhoria na central de ar-condicionado do centro cirúrgico e UTIs, garantindo a qualidade do ar para os procedimentos cirúrgicos e conforto para os pacientes e colaboradores do Hospital, além de outro projeto que já está em andamento visando a sustentabilidade, onde a água de descarte da osmose reversa poderá ser reutilizada em outros locais e, posteriormente, a água das autoclaves também terá o mesmo destino.

O diretor técnico da unidade, Márcio Matias de Oliveira, explica que a ” reforma é de suma relevância, visto que a troca do telhado minimiza o risco de infecção no ambiente hospitalar.” Ele ressalta ainda, que as demais melhorias trazem mais conforto aos usuários, ocasionando maior aceitação dos procedimentos e do tempo que possa ser necessário a permanência no hospital. – BRASIL EM FOLHAS COM AGÊNCIAS DE NOTÍCIAS – I3D 21127

0 Shares
You May Also Like