Principais acontecimentos no mundo em 2016

Redação Redação

Da vitória de Donald Trump nos Estados Unidos ao martírio da cidade síria de Aleppo, passando pela destituição de Dilma Rousseff e pela morte de Fidel Castro, seguem abaixo os principais acontecimentos de 2016:

– Janeiro –

– 3 jan: ARÁBIA/IRÃ – A Arábia Saudita rompe relações diplomáticas com o Irã depois do ataque contra sua embaixada em Teerã por manifestantes que protestavam contra a execução em Riad de um dirigentes religioso xiita.

– 8 jan: MÉXICO – O narcotraficante Joaquín El Chapo Guzmán é detido seis meses depois de uma fuga espetacular.

– 10 jan: MÚSICA – Morre David Bowie.

– 14 jan: GUATEMALA – Jimmy Morales, comediante, assume como presidente da Guatemala.

– 15 jan: BURKINA – Trinta pessoas, em sua maioria ocidentais, morrem em Uagadugu, em um ataque reivindicado pela Al-Qaeda do Magreb Islâmico (Aqmi).

– 16 jan: IRÃ – Entra em vigor o acordo nuclear alcançado em 2015 entre o Irã e as grandes potências (P5+1). Prevê a suspensão progressiva das sanções impostas ao Irã em troca de limitar seu programa nuclear para fins civis e pacíficos.

– 16 jan: TAIWAN – A opositora Tsai Ing-wen se torna a primeira mulher presidente da ilha, aplicando uma grande derrota ao partido Kuomintang, artífice da aproximação com Pequim.

– Fevereiro –

– 11 fev: CIÊNCIAS – Anunciam a primeira detecção direta de ondas gravitacionais, um fenômeno que havia sido previsto por Albert Einstein em 1915.

– 12 fev: VATICANO – O papa Francisco se reúne em Cuba com a principal figura do mundo ortodoxo, o patriarca de Moscou, Kirill, quase um milênio depois do cisma entre cristãos do Oriente e do Ocidente. No fim de outubro, participa do lançamento do 500º aniversário da reforma de Lutero.

– Março –

– 13 mar: COSTA DO MARFIM – Dezenove pessoas morrem em um atentado reivindicado pela AQMI contra um balneário perto de Abidjan.

– 15 mar: CIÊNCIAS – Um programa informático do Google derrota o campeão mundial de AlphaGo.

– 18 mar: TURQUIA/UE – União Europeia e Turquia concluem um polêmico acordo para deter o fluxo de migrantes à Europa, através das ilhas gregas no mar Egeu.

– 20-22 mar: CUBA/EUA – Barack Obama se torna o primeiro presidente americano em exercício a pisar em solo cubano desde a Revolução Castrista de 1959.

– 22 mar: BÉLGICA – Atentados coordenados, reivindicados pelo grupo Estado Islâmico (EI) no aeroporto e no metrô de Bruxelas, deixam 32 mortos.

– 27 mar: PAQUISTÃO – 75 pessoas morrem em atentado em Lahore lançado no momento em que os cristãos celebravam a Páscoa.

– 27 mar: SÍRIA – Apoiadas pela Rússia e pelo Hezbollah libanês, as forças do governo recuperam a cidade de Palmira das mãos do Estado Islâmico. A cidade é considerada Patrimônio da Humanidade pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco).

– 30 mar: MIANMAR – O partido de Aung San Suu Kyi, Prêmio Nobel da Paz e vencedora das eleições de novembro passado de 2015, assume as rédeas do país.

– 30 mar: LÍBIA – Dividida em lutas internas desde a queda de Muanmar Kadhafi em 2011, a Líbia se dota de um governo de união nacional baseado em Trípoli, mas impugnado pelas autoridades locais do leste. No início de dezembro, o EI perde seu reduto líbio de Sirte.

– Abril –

– 3 abr: PANAMA PAPERS – Um consórcio internacional de jornalistas investigativos revela 11,5 milhões de documentos de um escritório de advocacia do Panamá, os Panama Papers, que denunciam uma vasta rede de evasão fiscal.

– 16 abr: EQUADOR – Um abalo sísmico de 7,8 graus deixa mais de 670 mortos e 6.300 feridos.

– Maio –

– 9 maio: FILIPINAS – O populista Rodrigo Duterte ganha as eleições, com uma campanha em que prometeu matar milhares de criminosos para combater e acabar com o tráfico de drogas.

– 21 maio: AFEGANISTÃO – O chefe dos talibãs afegãos, mulá Akhtar Mansur, morre em um ataque de drone americano no Paquistão.

– 27 maio: JAPÃO/EUA – Barack Obama defende um mundo sem armas nucleares em uma visita histórica a Hiroshima.

– Junho –

– 4 jun: BOXE – Morre Muhammad Ali, lenda americana do boxe e tricampeão dos pesos-pesados.

– 12 jun: EUA – Morrem 49 pessoas no ataque a uma boate em Orlando cometido por um americano de origem afegã, identificado como Omar Mateen. O agressor declarou apoio ao grupo Estado Islâmico.

– 23 jun: REINO UNIDO – Com 51,9% dos votos, os britânicos se pronunciam pela saída da União Europeia – o Brexit -, obrigando o primeiro-ministro David Cameron a renunciar. Em julho, Theresa May assume o cargo.

– 28 jun: TURQUIA – Triplo atentado suicida deixa 47 mortos no aeroporto internacional de Istambul. O ataque foi atribuído aos rebeldes curdos, ou ao EI.

– Julho –

– 3 jul: IRAQUE – Um atentado suicida reivindicado pelo EI em um bairro comercial de Bagdá deixa 300 mortos.

– 8-11 jul: SUDÃO DO SUL – Mais de 300 mortos em combate na região de Juba, entre tropas do presidente Salva Kiir e partidários de Riek Machar, agora exilado.

– 14 jul: FRANÇA – Um caminhão dirigido por um tunisiano radicalizado atropela a multidão, em meio às comemorações da festa nacional francesa em Nice, matando 86 pessoas. O EI assume a autoria do ataque.

– 15 jul: TURQUIA – Uma sangrenta tentativa de golpe, atribuída pelo governo turco ao pregador radicado no Estados Unidos Fethullah Gulen, conduz a uma dura onda de repressão, com a detenção de mais de 37.000 pessoas e 100.000 demissões.

– 23 jul: AFEGANISTÃO – 85 mortos em Cabul em um duplo atentado suicida reivindicado pelo Estado Islâmico contra uma manifestação da minoria Hazara predominantemente xiita.

– 26 jul: AERONÁUTICA – Lançado exclusivamente por energia solar, o avião Solar Impulse 2 (SI2) completa uma missão de volta ao mundo com sucesso.

– Agosto –

– 5 ago: BRASIL/JO – Começam os Jogos Olímpicos do Rio, acontecendo na América Latina pela primeira vez na história.

– 9 ago: RÚSSIA/TURQUIA/SÍRIA – O presidente russo, Vladimir Putin, reúne-se com seu colega turco, Recep Tayyip Erdogan, após nove meses de crise provocada pela destruição de um avião russo sobre a fronteira entre Turquia e Síria. Ancara oferece apoio aos rebeldes que tentam depor o presidente Bashar al-Assad, aliado de Moscou.

– 24 ago: SÍRIA/TURQUIA – Ofensiva turca na Síria contra as milícias curdas e os extremistas islâmicos do EI.

– 24 ago: ITÁLIA – Um abalo sísmico no centro da Itália deixa 300 mortos. Vários povoados são arrasados.

– 31 ago: BRASIL – A presidenta Dilma Rousseff é destituída, no desfecho de uma série de escândalos de corrupção, pondo fim aos 13 anos de governo petista. Michel Temer (PMDB-SP) assume como presidente.

– Setembro –

– 1º set: VENEZUELA – Centenas de milhares de simpatizantes da oposição se manifestam em Caracas a favor de um referendo revogatório contra Nicolás Maduro, em meio a uma grave crise política e econômica no país.

– 4 set: VATICANO – Canonização da Madre Teresa de Calcutá.

– 9 set: COREIA DO NORTE – O regime afirma ter realizado com êxito seu quinto teste nuclear – o mais potente até o momento, segundo Seul.

– 28 set: ISRAEL – Morre Shimon Peres, ex-presidente israelense e Prêmio Nobel da Paz.

– 30 set: ESPAÇO – A sonda Rosetta atinge deliberadamente o cometa 67P, pondo fim a mais de 12 anos de odisseia espacial europeia.

– Outubro –

– 4 out: HAITI – O furacão Matthew deixa mais de 540 mortos no Haiti. A região sudoeste do país fica devastada.

– 8 out: IÊMEN – Bombardeios da coalizão dirigida pela Arábia Saudita contra os rebeldes xiitas huthis deixam 140 mortos durante uma cerimônia fúnebre em Sanaa.

– 13 out: ONU – O português Antônio Guterres é nomeado secretário-geral da ONU.

– 13 out: NOBEL – Bob Dylan recebe o Nobel de Literatura.

– 17 out: IRAQUE – As forças iraquianas lançam uma ofensiva para reconquistar Mossul, último reduto importante do EI no Iraque. Mais de 80.000 civis fogem dos combates.

– 19 out: ESPAÇO – Europa consegue colocar a sonda TGO na órbita de Marte, mas o módulo de aterrissagem Schiaparelli se fragmenta no Planeta Vermelho.

– 24 out: FRANÇA – As autoridades evacuam a selva de Calais, acampamento onde milhares de migrantes viviam em condições precárias no norte do país.

– Novembro –

– 4 nov: TURQUIA: Dez deputados do Partido Democrático dos Povos (HDP, pró-curdo), entre eles o líder Selahattin Demirtas e sua copresidente, são detidos em meio a uma investigação antiterrorista.

– 8 nov: EUA – O bilionário republicano Donald Trump ganha a eleição presidencial contra a democrata Hillary Clinton.

– 15 nov: SÍRIA – Com a ajuda de aliados, o governo sírio lança uma devastadora ofensiva para reconquistar a totalidade de Aleppo, no norte do país. A guerra já deixou mais de 300.000 mortos desde março de 2011.

– 24 nov: COLÔMBIA – O presidente Juan Manuel Santos, ganhador do Prêmio Nobel da Paz 2016, e o líder de guerrilha das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC), Rodrigo Londoño, assinam um acordo de paz para pôr fim a mais de meio século de conflito. Rejeitado em um plebiscito, o texto original foi revisto para incluir propostas da oposição.

– 25 nov: CUBA – O líder cubano Fidel Castro morre aos 90 anos.

– 29 nov: UCRÂNIA – Um gigantesco arco de aço é colocado sobre o local da central nuclear de Chernobyl para evitar uma maior contaminação ambiental.

– Dezembro –

– 1º dez: TAILÂNDIA – Maha Vajiralongkorn é proclamado rei após a morte de seu pai, Bhumibol Adulyadej, em outubro. O soberano reinou por 70 anos.

– 4 dez: ITÁLIA – Em um referendo, os italianos rejeitam claramente a reforma constitucional proposta pelo primeiro-ministro Matteo Renzi, que renuncia ao cargo e é substituído por Paolo Gentiloni.

– 4 dez: ÁUSTRIA – O ecologista liberal Alexander Van der Bellen derrota o candidato de extrema direita Norbert Hofer na eleição presidencial.

– 9 dez: COREIA DO SUL – O Parlamento destitui a presidente Park Geun-Hye, envolvida em um escândalo de corrupção.

– 13 dez: Com apoio russo, as forças do governo sírio assumem o controle de Aleppo, terceira cidade do país e importante reduto dos rebeldes.
– BRASIL EM FOLHAS COM AGÊNCIAS DE NOTÍCIAS – I3D 23387

A BRASIL EM FOLHAS utiliza cookies e tecnologias semelhantes, como explicado em nossa Política de Privacidade, para recomendar conteúdo e publicidade. Ao navegar por nosso conteúdo, o usuário aceita tais condições. Aceitar Consulte mais informação

Política de Privacidade e Cookies